Leonard Cohen – I’m Your Man

Ps.: Sem mais!

Clipe de Místério do Planeta – Novos Baianos

Mistério do Planeta

(Novos Baianos. Acabou Chorare. Som Livre, 1972)

Vou mostrando como sou
E vou sendo como posso,
Jogando meu corpo no mundo,
Andando por todos os cantos
(O eu lírico não apenas explora esse aspecto da imutabilidade do tempo, como também se embasa nas teoria da Relatividade de Einstein, em ‘andando por todos os cantos’, refere-se ao fato de que não podemos andar por todos os cantos sem que tal asserção seja puramente relativa, ou seja, em um universo paralelo onde seja possível sair andando pelo teto, sem que tal comportamento seja classificado como anormal).

E pela lei natural dos encontros
Eu deixo e recebo um tanto
(Descreve o princípio da ação e reação, embasada nos conceitos básicos da física Newtoniana)

E passo aos olhos nus
Ou vestidos de lunetas,
 (Aqui uma referência a astrofísica renascentista, quando se descobriu o mistério da rotação do planeta através da observação dos astros ‘aos olhos nus ou vestidos de lunetas’)

Passado, presente,
Participo sendo o mistério do planeta
(Aqui temos a referência aos parâmetros clássicos de não-linearidade temporal, presente nos pensamentos de filósofos gregos, pré-aristotélicos, tendo sido modificado pela visão ocidental de tempo como uma seta linear rumo ao futuro)

O tríplice mistério do “stop”
Que eu passo por e sendo ele
(O tríplice mistério do stop, seria uma referência as três fases da vida humana: nascer, crescer e morrer) 

No que fica em cada um,
No que sigo o meu caminho
(Aqui muito provavelmente, se refere ao que restará em cada um de nós, no fim de nossas vidas e a sequência do caminho, a vida após a morte) 

E no ar que fez e assistiu
(Referência a Deus? Que fez o ar e que nos observa o tempo todo) 

Abra um parênteses, não esqueça
Que independente disso
Eu não passo de um malandro,
De um moleque do brasil
Que peço e dou esmolas,
(Agora um detalhe importante, após todas essas refências, abra um parênteses para lembrar que ele não passa de um ser humano como outro qualquer, com seus problemas, defeitos e mortalidade)

Mas ando e penso sempre com mais de um,
Por isso ninguém vê minha sacola
(Andar e pensar com mais de um cérebro, ou pensamento, mostrando que não existe apenas uma única forma de acreditar ou ver a vida e o mundo) 

Composição: Luiz Galvão e Moraes Moreira

Música Inédita – Pouca Vogal

Você já parou para analisar a idiotice e ineficácia desta mania de falar de coisas que não gostamos? Foi no Orkut que o ódio passou a se materializar  através de comunidades ‘Eu odeio…(alguma coisa)‘. Existiam mais comunidades de declaração de ódio que comunidades para reunir pessoas com gostos em comum. O que é no mínimo estranho, passou a ser a comprovação de que estamos utilizando a tecnologia para ‘emburrecer’, quando deveria ser o contrário. Nunca a informação esteve tão facilmente ao nosso alcance e de forma decepcionante, nós, brasileiros principalmente, estamos jogando essa oportunidade ralo abaixo.

Ao invés de escrever linhas e linhas sobre alguma piadinha repetitiva e sem graça sobre o Restart e seu Happy Rock, não é mais simples eu falar somente daquilo que eu curto? Se você colocar o nome do Restart no sistema de pesquisa e não achar nenhuma recomendação, fica óbvio que não sou fã, simples assim. E o inverso está longe de ser verdade, não odeio o Restart e não tenho nada para falar dos garotos coloridos, que agora nem estão mais tão coloridos assim. Tudo bem, no início do sucesso da piazada, talvez existia algo de legítimo em falar, fazer uma piadinha ou outra, mas já deu. Tudo que poderia ser dito já foi dito, não acham?

Se você tem mais de 15 anos e quer ouvir algo bacana, a dica é excelente. Ainda lembro do dia em que o produtor (na época), me ligou para dizer que Duca Leindecker e o Humberto Gessinger estavam pensando em um projeto juntos. Lembro de quando me ligou para dizer o nome, ainda em segredo: ‘Pouca Vogal’. Humberto fez história no rock nacional com os Engenheiros do Hawaii e Duca Leindecker é um dos talentos mais injustiçados do rock nacional, comandou por anos uma das melhores bandas do rock nacional, a Cidadão Quem.

Neste vídeo, eles tocam a canção ‘Música Inédita’, gravada no álbum ‘Cidadão Quem no Theatro São Pedro’. Era de fato a única música inédita do álbum de regravações em formato acústico. Nesta versão com o Pouca Vogal, resgataram o irmão do Duca, Luciano Leindecker, o talentoso baixista da Cidadão Quem, para tocar o seu instrumento ‘Quince’, que acredite, ele mesmo confeccionou. Talento puro em três músicos incríveis, para você que espera mais do rock.

Baraka Bama

Estes dias postei um vídeo de uma jornalista russa, que ao citar o nome do presidente americano Barack Obama, levantou a mão e fez um gesto obsceno, sendo mais claro, ela mandou um sincero ‘Fuck You’.

A emissora REN anunciou na quinta-feira (24), que a apresentadora Tatyana Limanova foi demitida. O incidente ocorreu dia 14, ao falar sobre o fórum de Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (Apec), no exato momento em que citava o nome de Obama Tatyana faz o gesto obsceno. A emissora tentou amenizar a situação afirmando que Tatyana estava dirigindo o gesto aos cinegrafistas e não ao presidente americano. Afirmaram que se tratava de uma gravação em off e que ela não deveria estar sendo gravada. O comunicado ainda relata que o incidente foi uma ‘falta grosseira de disciplina’ e uma ‘falta de profissionalismo’.

Sem querer contrariar os anarquistas de plantão, mas concordo com a demissão da repórter. Além da falta de profissionalismo, afinal ela é uma repórter e como tal não deveria emitir uma opinião pessoal, a atitude foi infantil e sem graça, certamente virou hit na internet, mas de efetivo mesmo o gesto não contribuiu com nada.

Ao assistir o vídeo novamente, achei engraçado ver que os 12 vídeos relacionados são exatamente sobre o mesmo assunto. Eu particularmente nunca tinha visto isto e você? Prova de que o assunto rendeu. O Kibe Loco inseriu meu vídeo no site dele e é incrível, já passa de 50.000 views.

Coloque sua vida no ritmo que a vida tem

Já que o Youtube bloqueou a publicação do vídeo por causa da música, consegui publicar ele no Vimeo.

Movimente-se from Jeff Skas on Vimeo.

Coloque sua vida em movimento

Como comentei no último post, um video que eu fiz para o Youtube acabou sendo bloqueado pois usei uma música da cantora Feist. Então resolvi liberar o download em formato ‘.mp4’. Se você tiver interesse, pode baixar e assistir no seu pc, mac, iphone ou ipad.

É um vídeo bobo, mas que tem alguma relevância para mim. O título mostra um pouco da sensação que eu tenho, quando fico horas em frente ao computador, trabalhando, completamente inerte, enquanto a vida continua em movimento constante. Eu gostaria que minha vida tivesse mais movimento.

Download do vídeo

Previous Posts Next Posts