O Corvo – The Raven

Estou muitas semanas distantes do blog. Neste tempo assisti vários filmes, aos poucos vou falando de cada um.

Talvez muitas pessoas dirão que ‘O Corvo’ possui uma receita pouco original, não acredite. Apesar de alguns detalhes soarem familiares, ‘O Corvo’ é um ótimo filme de suspense psicológico e inteligente, com uma história muito bem amarrada e uma ideia central interessante. O filme usa uma passagem real da vida de um dos maiores escritores do gênero de suspense Edgar Allan Poe e funciona quase como uma tentativa de explicar a misteriosa morte do escritor.

Verdade: No dia 3 de Outubro de 1849, Poe foi encontrado nas ruas de Baltimore, com roupas que não eram as suas, em estado de delirium tremens, foi levado para o Washington College Hospital, onde veio a morrer quatro dias depois. Poe nunca conseguiu estabelecer um discurso suficientemente coerente, de modo a explicar como tinha chegado à situação na qual foi encontrado. As suas últimas palavras teriam sido, de acordo com determinadas fontes: It’s all over now: write Eddy is no more (Está tudo acabado: escrevam Eddy já não existe).

Ficção: O filme começa e termina exatamente com a reprodução deste momento e tenta explicar o que teria acontecido com Poe antes daquele momento. Quem de fato seria Eddy. O filme é maestralmente dirigido por James McTeigue, que não apenas dirigiu V de Vingança (V for Vendetta), como foi 1º diretor assistente da trilogia Matrix. O filme tem uma ótima fotografia, um ótimo clima de suspense sem apelos bizarros, possui uma cena mais forte para dar um clima mais macabro, mas no restante da história prefere seguir por um suspense psicológico. Além disso, McTeigue conseguiu segurar a mão dos efeitos especiais e conseguiu misturar o clássico com pitadas de modernidade, o que deixa o filme bastante dinâmico e instigante.

Não precisarei fazer sinopse pois é mais interessante que as únicas informações que você saiba é aquilo que já comentei, a forma como Allan Poe morreu e uma teoria de explicar como isso aconteceu.

Ficha Técnica

Título Original … The Raven
Origem … USA
Gênero … Suspense
Duração .. 110 min
Lançamento … 2012
Direção … James McTeigue
Roteiro … Ben Livingston e Hannah Shakespeare
Produção … James D. Stern

Elenco

John Cusack como Edgar Allan Poe
Luke Evans como Detective Fields
Alice Eve como Emily Hamilton
Brendan Gleeson como Captain Hamilton
Kevin McNally como Maddux

Spoilerando

Se você já assistiu o filme, pode compartilhar das minhas impressões sobre o filme.

Read More…

Abraham Lincoln: Caçador de Vampiros e experiência com 3D

Abraham Lincoln: Caçador de Vampiros, acredite, foi minha primeira experiência em 3D. Confesso que eu tinha um pouco de receio em me sentir mal e estragar o programa de quem estivesse ao meu lado. Então, na primeira oportunidade de ir sozinho, aproveitei para saber se vale a pena passar duas horas com um óculos na cara.

Constatei algumas coisas:

1. Eu já imaginava, mas animações 3D são muito mais interessantes que filmes em 3D. Os trailers passados antes do filme já valeram parte do ingresso, ao menos para alguém como eu, que nunca tinha entrado em uma sala de cinema 3D.

2. Fica como dica para os menos experientes em salas de cinema 3D: quando receber o óculos, veja se a lente não está arranhada. Os arranhões do meu ficavam tão visíveis em determinados momentos, que quebravam todo o clima de imersão no filme. Não dá para acreditar em algo colado na sua cara, se tem uma sujeita na imagem.

Fui levado a assistir Abraham Lincoln: Caçador de Vampiros pelo tema, pelo trailer e pelo belíssimo poster. Ouvi algumas críticas negativas e outras medianas, mas te garanto que não passa de gente chata reclamando de detalhes que muito provavelmente você não levará em consideração. Poderia ser melhor? Poderia, mas ainda assim não me arrependo de comprar o ingresso e assistir o filme. O filme tem produção de Tim Burton, que provavelmente participou do processo criativo ou ao menos serviu de inspiração.

Em filmes o 3D pode não ter a mesma aplicação de animações, mas em algumas cenas são interessantíssimos e nos abrem uma nova forma de pensar na direção de algumas cenas. Em uma parte do filme, você visualiza Lincoln fazendo um discurso para um mar de pessoas, onde os efeitos de profundidade do 3D dão uma dimensão especial para a cena, trazendo uma sensação da dimensão do espaço, muito mais real.

Sinopse

Em 1818, Abraham Lincoln vive em Indiana com seus pais, Nancy (Robin McLeavy) e Thomas (Joseph Mawle), que trabalha em uma fazenda de propriedade de Jack Barts (Marton Csokas). Lá, faz amizade com o garoto William Johnson. Ele intervém quando vê Johnson ser espancado por um supervisor e acaba sendo agredido junto, a ação de seu filho faz Thomas o defender diante do supervisor. Naquela noite, Lincoln vê Barts invadir sua casa e atacar sua mãe Nancy. Ela fica doente no dia seguinte e morre pouco depois. Thomas diz que Barts envenenou Nancy.

Nove anos mais tarde, um Lincoln vingativo (Benjamin Walker), ataca Barts nas docas, mas Barts, que é na verdade um vampiro acaba o dominando. No entanto, antes de Barts matá-lo, Lincoln é resgatado por Henry Sturgess (Dominic Cooper). Sturgess explica que os vampiros existem, e se oferece para ensinar Lincoln para ser um caçador de vampiros.

Lincoln aceita a ‘nobre missão’, mas no fundo é movido apenas pela vingança contra Barts. Seu amigo Anthony Mackie irá se juntar a ele nesta missão pouco honrosa. Diante de muitos outros problemas que afetam o mundo dos vivos, Abraham Lincoln se tornará presidente do Estados Unidos, mas o destino lhe fará voltar a exercer seu antigo e desconhecido ofício.

Ficha Técnica

Título Original … Abraham Lincoln: Vampire Hunter
Origem … USA
Gênero … Aventura Fantástica / Suspense
Duração .. 105 min
Lançamento … 2012
Direção … Timur Bekmambetov
Roteiro … Seth Grahame-Smith baseado no seu livro homônimo
Produção … Tim Burton

Elenco

Benjamin Walker como Abraham Lincoln
Dominic Cooper como Henry Sturges
Anthony Mackie como Will Johnson
Mary Elizabeth Winstead como Mary Todd Lincoln
Rufus Sewell como Adam
Marton Csokas como Jack Barts
Jimmi Simpson como Joshua Speed
Joseph Mawle como Thomas Lincoln
Robin McLeavy como Nancy Lincoln

Hanna

Outro filme que estava pegando pó entre os dvds que eu tinha gravado aqui, Hanna é um filme interessante. Apesar de ter um roteiro interessante, o filme não é aquilo tudo, mas se salva com ótimas atuações de Eric Bana, Cate Blanchett e a boa surpresa Saoirse Ronan.

Talvez o detalhe que explique a medianidade do filme esteja na direção de Joe Wright que saiu de filmes como “O Solista”, “Desejo e Reparação” e “Orgulho e Preconceito” e saltou direto para um projeto ousado como Hanna. Eu acredito que na mão de um diretor mais corajoso ou radical, o filme teria uma densidade diferente.

Sinopse

Hanna (Saoirse Ronan) é uma adolescente criada no frio da Finlândia pelo pai. Eles vivem completamente distantes de qualquer convívio social, ao ponto de Hanna não conhecer qualquer informação de um mundo moderno como uma televisão por exemplo. O pai que inicialmente parece um cara rude na maneira de tratar Hanna, revela que toda a rispidez faz parte de um duro treinamento ao qual Hanna foi submetida desde que nasceu. Seu pai na realidade é um ex-agente da CIA (Eric Bana) e transformou Hanna em uma máquina perfeita para matar, o detalhe importante é que Hanna tem apenas 16 anos. Levando uma vida totalmente diferente de qualquer outro jovem de sua idade, sua rotina foi voltada para cumprir uma missão. Durante todos estes anos, ela aguarda o dia em que sentirá pronta para executar o plano de seu pai: cruzar a Europa, enganar agentes experientes, invadir uma base militar e matar a mais importante agente da CIA. Enquanto o alvo vai ficando cada vez mais perto, alguns segredos sobre sua vida começam vir à tona, provocando uma revolução em sua cabeça.

Ficha Técnica

Título Original … Hanna
Origem … Reino Unido / Alemanha / USA
Gênero … Suspense / Drama / Ação
Duração .. 111 min
Lançamento … 2011
Direção … Joe Wright
Roteiro … Seth Lochhead e David Farr

Elenco

Saoirse Ronan como Hanna
Eric Bana como Erik Heller
Vicky Krieps como Johanna Zadek
Cate Blanchett como Marissa Wiegler

À Queima Roupa

Esse filme francês estava guardado aqui faz muito tempo e ainda não havia assistido. Então prometi para mim mesmo que iria começar a assistir todos os filmes que estavam gravados aqui, antes de alugar novos filmes. O filme é dirigido pelo talentoso diretor francês Fred Cavayé que dirigiu e escreveu a ótima trama do filme francês Pour Elle (Anything for Her), filme que recebeu uma versão americana dirigida por Paul Haggis, com Russell Crowe, Elizabeth Banks e Liam Neeson, que recebeu o nome de 72 Horas (The Next Three Days). Inclusive falei deste filme aqui no site.

Assim como em Pour Elle, À Queima Roupa é uma ótima trama policial, que traz um homem comum, me arriscaria a dizer que até um tanto bobão, que de repente se vê envolvido com pessoas perigosas, tendo que tomar coragem para fazer coisas que jamais imaginaria fazer, para salvar a vida da esposa. Ambos os filmes tem esta temática central.

Gostei demais das atuações de Roschdy Zem que tem todo o perfil para o personagem, um criminoso perigoso e enigmático. Durante todo o filme você não consegue prever qual será a atitude do personagem, deixando a situação ainda mais tensa. Gérard Lanvin faz outra fantástica atuação como um comandante de polícia corrupto. Também não posso esquecer da beleza da atriz Claire Perot.

Sinopse

Samuel Pierret (Gilles Lellouche) é um assistente de enfermagem que em um ato de coragem e heroísmo, salva a vida da pessoa errada. O paciente foi atropelado na fuga de um assalto e já no hospital alguém tenta matá-lo quando Samuel consegue salvar sua vida efetuando os primeiros socorros e reestabilizando as funções vitais do paciente, que até aquele momento tem sua identidade desconhecida. O ato de heroísmo de Samule no entanto lhe coloca na mira das pessoas que queriam matar o paciente anônimo.

Ficha Técnica

Título Original … FR: À Bout Portant EN: Point Blank
Origem … França
Gênero … Policial / Ação / Suspense
Duração .. 84 min
Lançamento … 2010
Direção … Fred Cavayé
Roteiro … Fred Cavayé, Guillaume Lemans

Elenco

Gilles Lellouche como Samuel Pierret
Roschdy Zem como Hugo Sartet
Gérard Lanvin como Commandant Patrick Werner
Elena Anaya como Nadia Pierret
Mireille Perrier como Commandant Fabre
Claire Perot como Capitaine Anaïs Susini

O Profissional – Léon

Ontem finalmente tirei um tempo para assistir este filme que habitava meu imaginário há muito tempo. ‘O Profissional’ traz no elenco o excelente ator Jean Reno e a então estreante Natalie Portman,então com 12 anos. De alguma forma estranha, toda a Natalie Portman que conhecemos hoje já estava dentro daquela pequenina garota de 12 anos que aparentaria até menos. O mais confuso é você ver nos olhares provocantes e nas investidas daquela pequena garota, toda a malícia que você vê em Closer, exatos dez anos depois. Apesar de não fazer nenhum sentido, de alguma forma você consegue aceitar que os protagonistas nutrissem um sentimento de amor, mesmo diante da grande diferença da idade e da extrema delicadeza e bom senso de eles não se envolverem sexualmente no filme. É muito mais um sensação do que um dia poderia ser e não do que era naquele momento.

Sinopse

Leone ‘Léon’ Montana (Jean Reno) é um assassino profissional ou um ‘cleaner’ (limpador) como ele refere a si mesmo, que vive uma vida solitária na cidade de Nova York. Seus trabalhos vem de um mafioso chamado Tony (Danny Aiello), que opera a partir do restaurante Supreme Macaroni. Léon passa o seu tempo ocioso dedicando-se a exercícios físicos, alimentando uma planta de casa que no início ele descreve como seu ‘melhor amigo’ e assistindo velhos musicais de Gene Kelly.

Em um determinado dia, ele encontra Mathilda Lando (Natalie Portman), uma menina de doze anos com um olho negro e fumar um cigarro, vivendo com sua família disfuncional em um apartamento no corredor. Seu pai abusivo e a madrasta egoísta nem sequer notam que Mathilda deixou de frequentar as aulas em sua escola para meninas com problemas.

Seu pai atrai a ira de agentes corruptos do DEA (Drug Enforcement Administration), que pagam para que ele esconda carregamentos de cocaína em sua residência, quando descobrem que ele está retirando 10% da droga pura para seu faturamento e substituindo por outras substâncias. Toda a família é morta pelos policiais corruptos liderados por Norman ‘Stan’ Stansfield (Gary Oldman), menos Mathilda que havia saído para fazer compras.

Mathilda retorna para casa e diante da cena do crime segue em frente até a porta de Léon, fingindo ser sua filha para evitar ser morta com sua família. Quando descobre que Léon é um assassino profissional ela enxerga nele a possibilidade de vingar a morte do irmão mais novo, de apenas 4 anos e o único em sua família que ela realmente amava. Assim, diante desta situação Léon e Mathilda se unem em todas as suas perdas e seus vazios.

Ficha Técnica

Título Original … Léon (FR)
Título Inglês … Léon: The Professional
Gênero … Suspense Policial
Duração … 110 min
Lançamento … 1994
Direção … Luc Besson
Roteiro … Luc Besson
Nacionalidade … França/USA

Elenco

Jean Reno como Léon
Gary Oldman como Stansfield
Natalie Portman como Mathilda
Danny Aiello como Tony
Michael Badalucco como pai de Mathilda
Ellen Greene como a mãe de Mathilda

Spoilerando

Read More…

Entre Segredos e Mentiras

Entre Segredos e Mentiras é nada menos que o terceiro que assisto com Ryan Gosling somente este ano, os outros foram: Tudo pelo Poder e Drive, ótimos filmes por sinal.

Sinopse

O ano é 1971 e David Marks (Ryan Gosling) é o filho do influente empresário imobiliário Sanford Marks (Frank Langella), mas ele não está muito interessado nos negócios da família. Ele conhece Katie Mars (Kirsten Dunst), com quem começa um relacionamento. Após se casarem, mudam para Vermont onde levam uma vida simples e abrem uma pequena loja de produtos orgânicos. Os problemas de David começam do fato que sua loja não é capaz de sustentar a casa e ainda depende da mesada da família. Ao receber a visita do pai, David recebe uma nova proposta para trabalhar em NY. Desta vez acompanhada com uma ameaça velada, de que Katie pode abandoná-lo caso mantenha o atual nível de vida. Temendo perdê-la, ele aceita o emprego. É o início dos problemas de relacionamento entre David e Katie, já que ele passa a querer agradá-la de todas as formas, mesmo que isto o torne infeliz. Os problemas entre David e Katie revelará uma personalidade de David que Katie desconhecia.

Ficha Técnica

Título Original … All Good Things
Gênero … Suspense
Duração … 101 min
Lançamento … 2011
Direção … Andrew Jarecki
Roteiro … Andrew Jarecki
Nacionalidade … USA

Elenco

Ryan Gosling como David Marks
Kirsten Dunst como Katie McCarthy
Frank Langella como Sanford Marks
Kristen Wiig como Lauren Fleck
Diane Venora como Janet Rizzo
Philip Baker Hall como Melvin Bump
Trini Alvarado como Sarah Davis

Se já viu o filme, já sabe, minha opinião está no restante do post.

Read More…

Previous Posts Next Posts