Hotel Transilvânia

Hotel Transilvânia é outro filme que assisti recentemente no formato 3D. A direção é do experiente diretor russo Genndy Tartakovsky. Genndy é criador de dois desenhos animados famosos mundialmente: O Laboratório de Dexter e Samurai Jack, ambos através dos estúdios Hanna-Barbera. Além da criação destes famosos personagens, esteve envolvido com outros desenhos importantes como As Meninas Superpoderosas (The Powerpuff Girls) e já produziu o Storyboard para produções como o filme Homem de Ferro 2.

Apesar de ser uma tendência os longas de animação terem forte direcionamento ao público adulto, Hotel Transilvânia é nitidamente uma produção mais infantil ou talvez mais ingênua, o que não considero algo ruim, o público infantil é carente de produções específicas de qualidade, que tenham uma temática mais suave mas inteligente e bem produzida. Geralmente temos um enorme abismo entre produções mais adultas e infantis, onde crianças são tratadas como idiotas. O filme certamente vai agradar mais mulheres que homens,como disse, é uma produção mais fofa e menos irônica. Um ponto claro neste direcionamento é a dublagem do ícone teen Selena Gomez.

É talvez a primeira produção de animação que assisto legendado, pois seções em português só existiam durante a tarde, enquanto a noite eram todas legendadas. Talvez a estratégia tenha sido acertada, já que a dublagem do personagem principal, o Drácula é feita por Adam Sandler, com um sotaque bastante particular, algo semelhante com o russo, meio húngaro, meio turco, muito provavelmente inspirado no romeno, onde fica de fato a histórica região da  Transilvânia, que inspirou todas as histórias de vampiros que conhecemos. Vi agora a versão em português do filme e realmente está longe da interpretação de Sandler.

Parece que este segmento mais infantil que estava sendo deixado um pouco de lado, desde a união da Disney com a Pixar, foi aproveitado pela inteligente Sony Pictures Animation. Que desde 2006 trouxe filmes como: a trilogia de ‘O Bicho Vai Pegar’, ‘A Casa Monstro’, ‘Tá Dando Onda’, ‘Tá Chovendo Hamburguer’, ‘Os Smurfs’, ‘Operação Presente’ e o mais recente ‘Piratas Pirados’.

Sinopse

Conde Drácula (voz de Adam Sandler) é o dono e o criador do Hotel Transilvânia, um hotel cinco estrelas onde os monstros ao redor do mundo se abrigam para se esconderem dos humanos. Ele convida alguns dos mais famosos monstros, como Frankemstein (Kevin James) e a sua mulher Eunice (Fran Drescher), Murray, a múmia (Cee Lo Green), Wayne e WandaLobisomem (Steve Buscemi e Molly Shannon), Griffin, o Homem Invisível (David Spade), Pé-grande e a Bolha para comemorar o aniversário de 118 anos de sua filha Mavis (Selena Gomez). No entanto, ela prefere explorar o mundo com a ‘permissão’ de seu pai. Ela voa até uma aldeia próxima e é atacada por humanos. Na verdade uma farsa elaborada por seu pai para assustá-la e convencê-la que os humanos são perigosos.

O filme traz uma reflexão bonita sobre preconceito e como muitas vezes culpamos as pessoas erradas pelas nossas tristezas.

Ficha Técnica

Título Original … Hotel Transylvania
Origem … Estados Unifos
Gênero … Longa de Animação
Duração .. 91 min
Lançamento … 2012
Direção … Genndy Tartakovsky
Roteiro … Genndy Tartakovsky

Elenco

Adam Sandler como Drácula – dono do Hotel Transilvânia
Andy Samberg como Jonathan – um humano mochileiro
Selena Gomez como Mavis – a filha adolescente de Drácula
Steve Buscemi como Wayne – o Lobisomem
Kevin James como Frank – o Frankenstein
Fran Drescher como Eunice – mulher de Frank
Jon Lovitz como Quasímodo – o Corcunda de Notre Dame
Cee Lo Green como Murray – a Múmia
David Spade como Griffin – o Homem Invisível
Molly Shannon como Wanda – a mulher de Wayne

Selena Gomez Pt. 2

Pessoal querido da internet fã de Selena Gomez. Vamos entender uma coisa. Cantar ao vivo não é estar em um programa de tv, onde todo o áudio é controlado. Em um programa de tv, só será transmitido o áudio que você deseja transmitir, se você não sabe disso, precisava saber. Cada microfone possui a capacidade de gravar ou não, determinadas frequências de áudio.

O famoso microfone de lapela, não é apenas um microfone pequeno que fica pendurado na pessoa, é um microfone para captar apenas a voz daquela determinada pessoa. Õuvi vários argumentos do tipo: sua tv tem som ruim, você pegou um vídeo de péssima qualidade.

Você esqueceram de reparar que o som da banda e das demais pessoas que aparecem nos vídeos, está normal, só a voz dela que é péssima. Então vamos a um outro vídeo. Ao vivo, ao ar livre, perceba que com o som da banda não tem nada errado, agora na voz de Selena Gomez…

Para quem ainda acha que estou viajando, o link para o vídeo em HD com áudio de alta definição: http://www.youtube.com/watch?v=H1rFoiITVlE&hd=1

As mesmas pessoas que acreditam que essa garota tem talento, são as mesmas pessoas que sustentaram os luxos da Sandy e seu irmão Jr. por mais de uma década. Felizes?

A farsa chamada Selena Gomez

No post anterior, falei sobre o prêmio ‘People’s Choice Awards’ e da péssima embaraçosa apresentação ao vivo, da cantora teen Selena Gomez. Ela que também fez parte do casting da série Hannah Montana, está no mesmo nível de falta de talento e carisma de Miley Cyrus. Durante o tempo em que ela canta sozinha, é quase impossível ouvir sua voz. Somente quando as backing vocals entram na música, é que a coisa pega ritmo. Se você perceber com cuidado, quando ela atinge os tons mais graves, não é sua voz que de fato se destaca, não entendo profissionalmente de música, mas existe uma espécie de voz de base, enquanto ela faz praticamente uma dublagem de si mesma. Você já cantou em casa, uma música, assim a plenos pulmões e jurou que tava igualzinho? Faz um teste, canta um pedaço de uma música que você gosta, solta a voz, se joga e de repente desligue a música e continue a cantar, você vai descobrir que seu suposto talento foi pro ralo em poucos segundos.

Ninguém é obrigado a nascer com voz de trovão, mas não é legal fingir ter talento e ganhar muito dinheiro em cima de uma farsa. Veja um vídeo divulgado pelo prêmio, que tem o áudio exatamente igual ao que eu ouvi em casa:

O pior de tudo é ver a tentativa da produção do People’s Choice de apagar a vergonha da sua apresentação.Veja a versão do People’s Choice, certamente com edição do áudio:

Agora veja como construir uma carreira com bons produtores e muita grana para gastar. Ou você vai querer me convencer que realmente é ela cantando e que se trata de um novo grande talento da música.

Em um clipe super produzido até que ela convence, mas vamos imaginar que você é fã, vai pagar caríssimo por um ingresso de um show da garota, horas e horas na fila, para ouvir aquilo que eu ouvi no People’s Choice? Se você não quer ser taxada de idiota, é bom, só algumas vezes, demonstrar certa inteligência.

ps.: Eu mandei o link para a comunidade da garota, no Orkut, e como já era de se esperar, deletaram o tópico. Talvez uma das maiores falhas que o brasileiro tem, é não saber respeitar o direito de expressão. Não sabem conviver com a diferença, não sabem conviver com opiniões divergentes. Por isso estamos formando uma geração de ignorantes e alienados, que acreditam ser ‘poder’ o fato de apertar um botão e calar uma opinião. Talvez por isso eu criei um blog, não para impor minhas opiniões, mas ao menos expressar cada uma delas, enquanto os comentários estão abertos para você discordar.

É neste momento que você entende, porque uma garota sem talento, escolhida por produtores da Disney, se transforma em um fenômeno musical, enquanto ninguém se dá conta da farsa construída. É o mesmo motivo que faz uma banda como Restart, ganhar cinco prêmios de música.

Alienação é a palavra.

People’s Choice Awards

Em 2010, o VMB foi bastante polêmico, repleto de vais diante do fenômeno chamado ‘Restart’. A gurizada levou nada menos que cinco prêmios para casa. Tudo consequência do método de votação, diretamente vindo do público.

Essas votações são claramentes quantitativas e talvez pouco qualitativas, as palavras são parecidas mas possuem sentidos muito diferentes. A quantidade de votos não está ligada necessariamente a qualidade, mas a quantidade de público. Um fato que não anula o outro, afinal arrebatar multidões também tem ser méritos. A discussão é longa.

Ontem estava assistindo o ‘ People’s Choice Awards ‘, que como o nome sugere, é uma premiação feita pela eleição do público. E em uma realidade informatizada, não é difícil entender porque os destaques serão aqueles que agradam a galerinha mais nova.

Não foi diferente nos USA se você achava que usariam outro critério. Entre as estrelas da noite, cantores e atores teens, como o power trio da saga Crepúsculo.

Mas tiveram dois momentos emblemáticos no evento. Primeiro foi o anúncio de ‘Favorite Movie Actor’. A escolha estava entre:

Johnny Depp*
Leonardo DiCaprio
Robert Downey Jr.
Robert Pattinson (Crepúsculo)
Taylor Lautner (Crepúsculo)

Incrivelmente Mr. Depp conseguiu desbancar os modeletes da saga Crepúsculo. Um feito que definitivamente merece destaque. É quase um prêmio duplo, não só o fato de ser o mais votado, mas conseguir ser o mais votado entre os dois garotos mais amados pelas adolescentes do mundo inteiro. Talvez esta tenha sido justamente uma explicação, os votos podem ter se dividido e Depp veio correndo por fora.

Mas realmente parece queo pirata Jack Sparrow ainda continua no imaginário das mulheres. Parece que ele continua roubando outros corações além de Davy Jones.

Outro momento marcante, desta vez de forma embaraçosa, foi a escolha de ‘Favorite Breakout Artist’ que seria o mesmo que artista revelação. Entre ‘ as ‘ concorrentes:

Selena Gomez & The Scene*
B.o.B.
Bruno Mars
Justin Bieber
Ke$ha

Me desculpem os fãs desta menina, Selena Gomez, mas foi vergonhoso ela cantar metade da música sozinha e você não conseguir ouvir uma frase da música, até o momento em que entram as backing vocals e fizeram todo o trabalho para ela. Eu entendo que existe uma diferença entre um cd e uma apresentação ao vivo, mas esta foi demais. Constrangimento na certa. Tirou toda a credibilidade da premiação.

Pensando bem, se a Ke$ha levasse o prêmio, a vergonha seria igual.