Unplugged MTV – 30 Seconds do Mars

O 30 Seconds To Mars, Thirty Seconds To Mars ou apenas 30STM é sem dúvida uma das bandas de rock mais interessantes de uma nova geração do rock. Também é uma das bandas mais plásticas que existe, seus clipes são extremamente elaborados, mais parecendo um curta metragem.

Já falei sobre a banda e sobre a vida do Jared Leto aqui e do significado dos símbolos usados pela banda aqui.

Recentemente, o 30STM lançou um EP acústico, gravado pela Sony Music Studios, em NY, através do projeto Unplugged MTV. O EP conta com Jared Leto nos vocais, Shannon Leto nos tambores e Tomo Milicevic no violão. Na playlist estão três canções da banda, ‘Hurricane’, ‘Kings and Queens’ eNight of the Hunter’, além de um cover de ‘Where The Streets Have No Name’ do U2. Eu pesquisei em vários lugares e não encontrei a data exata da gravação. Os vídeos oficiais são bloqueados para o Brasil e tive que ficar com a dúvida. Se alguém souber, deixe nos comentários.

O lançamento oficial via iTunes foi feito no dia 19 de agosto de 2011. Tá afim de baixar as músicas? Aproveita… Está dentro dos padrões do iPod, com os dados das músicas, letras e capa.

Download EP Completo

Ps.: Não posso mais colocar os dados completos no nome do arquivo, pois fui sinalizado pelo 4shared, infelizmente tem gente que denuncia o arquivo, mesmo que eu só disponibilize aqui, arquivos que muitas pessoas não possuem acesso, pois não foram lançados no país, enfim.

Aproveita e clica em curtir ali do lado direito, no Facebook e cadastra seu email no newsletter, assim posso saber quem passa por aqui.

 

As mil faces de Jared Leto – 30 Seconds to Mars

Jared Leto e o 30 Seconds to Mars

Jared Joseph Leto (26 de dezembro de 1971) é um ator, músico, compositor e produtor americano. Ele já apareceu em filmes como ‘Clube da Luta’, ‘Garota Interrompida’, ‘O Quarto do Pânico’, ‘Alexandre’, ‘Requiem para um Sonho’, ‘O Senhor das Armas e ‘Capítulo 27’. É o vocalista, guitarrista e principal compositor do grupo de rock, norte-americano, 30 Seconds to Mars e já dirigiu vídeos de música para a banda, sob o pseudónimo de Bartholomew Cubbins (nome emprestado do livro ‘ Os 500 Chapéus de Bartolomeu Cubbins, escrito por Dr. Seuss).

Antes da Fama

Leto nasceu em Bossier City, Louisiana e durante sua infância, Leto, sua mãe Constance e seu irmão mais velho Shannon Leto, mudavam-se com frequência, vivendo em Louisiana, Wyoming, Colorado, Virginia e ainda o Haiti. Depois de parar os estudos no ensino médio, Jared decidiu voltar a se dedicar a sua educação na ‘Flint Hill School em Oakton’, Virginia. Graduou-se na escola preparatória ‘Emerson Preparatory School’, em Washington, DC, em 1989. Quando ele terminou a escola, Leto matriculou-se na ‘Filadelphia’s University of the Arts’ para perseguir seus interesses nas artes plásticas. No entanto, ele foi transferido para a ‘School of Visual Arts’ em NY, desenvolvendo um interesse pela atuação.

Carreira no Cinema

Em 1992, Leto se mudou para Los Angeles para seguir uma carreira na música, mas também aceitou alguns papéis secundários para ocupar parte do seu tempo.

Dois anos depois, ele conseguiu um papel na série de TV ‘My So-Called Life’, no qual interpretou ‘Jordan Catalano’, contracenando com Claire Danes. Depois que a série acabou em 1995, Leto atuou em vários filmes como: ‘Colcha de Retalhos’ (How to Make an American Quilt), ‘Garota Interrompida’ (Interruped Girl), ‘Mitos Urbanos’ (Urban Legend), ‘Além da Linha Vermelha’ (The Thin Red Line), ‘Prefontaine – Um Nome sem Limites’ (Prefontaine) e ‘Clube da Luta’ (Fight Club).

No entanto foi sua atuação como ‘Harry Goldfarb’, um viciado em heroína, no filme ‘Requiem para um Sonho’ (Requiem for a Dream), em 2000, que lhe rendeu mais elogios da crítica. No mesmo ano, ele interpretava ‘Psicopata Americano’ (American Psycho). Depois disso, ele voltou como ‘David Fincher’ em “O Quarto do Pânico” (Panic Room).

Em 2002, ao lado de Jake Gyllenhaal e Selma Blair, protagonizou o filme ‘Estrada Perdida’ (Highway), depois contracenou ao lado de Colin Farrell no filme ‘Alexandre’ (Alexander) de Oliver Stone e mais tarde com Nicolas Cage em ‘O Senhor da Armas’ (Lord of War) .

Leto era ‘Vegano’ (filosofia de vida onde não se consome carne, derivados do leite e ovo). Esse fato virou assunto durante as entrevistas sobre seu aumento de peso, para o filme ‘Capítulo 27’ (Chapter 27), que estrelou ao lado de ‘Lindsay Lohan’, no qual ele interpreta a história real de ‘Mark David Chapman’, assassino confesso de ‘John Lennon’ (Ele ganhou mais de 30 quilos para este papel). Ainda interpretou o filme de ficção científica ‘Senhor Ninguém’ (Mr. Nobody) lançado em 2010.

Carreira Musical

Além de sua carreira no cinema, Jared Leto é o vocalista, guitarrista e compositor da banda ’30 Seconds to Mars’. Ele começou a banda em 1998 com seu irmão, Shannon Leto, que é o baterista da banda. A banda lançou três álbuns completos. A estréia do ’30 Seconds to Mars’ foi em 2002 com um álbum homônimo. Em 2005 chegou “A Beautiful Lie” e em 2009 foi a vez de ‘This Is War’.

No início começaram a abrir para outras bandas e iniciaram sua primeira turnê, ‘Forever Night Never Day’, somente em março de 2006. Em maio de 2007, a banda começou uma turnê pela Europa. Em agosto de 2008, a “Virgin Records” entrou com um processo de US $ 30 milhões contra Jared e o 30 Seconds to Mars, alegando que a banda se recusou a entregar três álbuns como exigido pelo seu contrato. Segundo o processo, a banda “ignorou” um contrato de julho de 1999.

No final de abril de 2009, eles anularam seu contrato com a EMI e o ’30 Seconds To Mars’ decidiu assinar novamente com a Virgin Records. O terceiro álbum “This Is War” foi lançado em 08 de dezembro de 2009, enquanto que o single, “Kings and Queens” estreou na terça-feira, 6 de outubro de 2009. “This is War” foi o segundo single do álbum.

Leto dirigiu os vídeos para as músicas ‘The Kill’, ‘From Yesterday’ e ‘Kings and Queens’ sob o pseudônimo de ‘Bartholomew Cubbins’, e “A Beautiful Lie”, sob o pseudônimo de Angakok Panipaq.

Para a maioria dos shows, Leto usa duas guitarras customizadas por ‘Steve McSwain’, uma branca que ele chama de ‘Pythagoras’ e uma preta que ele chama de ‘Artemis’. As guitarras tem afinações bem diferentes, em uma delas possui um símbolo que ele mesmo desenhou para McSwain utilizar na customização da guitarra.

Ocasionalmente ele usa uma ‘Gibson SG 61’ como é visto no clipe ‘A Beautiful Lie’. Jared também utiliza um violão Gibson para espetáculos acústicos. Recentemente, a banda teve a colaboração do rapper Kanye West na música Hurricane do seu mais recente álbum, This Is War.

 

30 Seconds to Mars – Simbolos

Provavelmente nenhum símbolo motivou a criação de tantas lendas quanto os quatro usados pela banda 30 Seconds to Mars, liderada pelo cantor, ator e compositor Jared Leto. Outros posts sobre o 30STM: Jared Leto e o 30 Seconds to MarsAs mil faces de Jared LetoUnplugged MTV – 30STM – 30 Seconds to Mars – Simbolos Pt 2

De tudo que consegui pesquisar na internet, tanto em matérias em inglês, quanto brasileiros, todos afirmam que a banda nunca se pronunciou sobre seu verdadeiro significado, ao menos até a produção deste post. Desde que ouvi a banda pela primeira vez, para mim a simbologia me parecia um pouco óbvia. As mesmas conclusões que cheguei, fazem parte de uma das teses sobre a explicação dos símbolos, que estão entre as mais aceitas. Tentei pesquisar por diversas vezes se estes símbolos ou glifos poderiam ser hiéroglifos, ou seja, glifos de civilizações antigas, mas não encontrei nenhuma referência na literatura.

Vamos as duas hipóteses criadas pelos fãs ao redor do mundo.

Primeira Teoria

30-seconds-to-mars-simbolos-symbols-glifs-glifos-01

1º glifo: Trata-se do número 3 duplicado, fazendo referência ao três de THIRTY (30)
2º glifo: É a representação dos ponteiros de um relógio, um sistema de medição do tempo, simbolizando a palavra SECONDS
3º glifo: Entre as três linhas temos 2 colunas, representando o número romano II = TWO. Muitas vezes 2 é usado para dizer TO
4º glifo: É representação de Marte e suas duas luas  ‘Phobos’ e ‘Deimos’ = MARS

Segunda Teoria

Os quatros glifos representariam os 4 planetas terrestres ou também chamados de planetas telúricos, que são aqueles formados basicamente por: rochas e metais, superfície sólida e não apresentam anéis. Sendo eles: Mercúrio, Vênus, Terra e Marte.

30-seconds-to-mars-simbolos-symbols-glifs-glifos-02

1º glifo: A representação da letra M de MERCÚRIO.
2º glifo: O símbolo parece representar um sistema de rotação. VÊNUS é o único planeta terrestre que gira no sentido horário, oposto aos outros planetas que giram no sentido anti-horário.
3º glifo: O símbolo III representa a TERRA por ser o terceiro planeta do sistema solar. Em algumas imagens esse símbolo III aparece deitado, sugerindo a letra E = Earth.
4º glifo: A mesma explicação da outra teoria, a representação de MARTE e suas duas luas.

Além das diversas teorias, nenhuma esclarecida pela banda, esses símbolos estampam paredes, muros e são sucesso em tattoos pelo mundo afora. Porém, assim como todas teorias conspiratórias e teorias de mensagens subliminares, me parece que a explicação verdadeira é mais simples do que qualquer fã possa imaginar. Se analisarmos alguns fatos, veremos que a banda nem possui um padrão rígido na utilização dos símbolos, o que seria indispensável caso tivessem que representar alguma ideia. Veja por exemplo como os símbolos aparecem no clipe de ‘A Beautiful Lie’, a posição deles está invertida. Ou as teorias não são tão reais assim ou quem fez as bandeiras não prestou muito atenção nos detalhes.

30-seconds-to-mars-simbolos-symbols-flag-bandeira

Outro lugar onde os símbolos aparecem de maneira diferente é na arte de um de seus álbuns. Junto a ilustração da Phoenix, os últimos dois símbolos invertem suas posições.

Provehito in Altum

A frase que você vê na imagem acima, usada em todos os cds da banda, possui diversas traduções diferentes, mas basicamente é uma mensagem como: ‘siga para o alto’, ‘transporte-se para cima’, ‘alcance as alturas’, ‘se lance ao desconhecido’. Em geral, mensagens que denotam um desejo de ascensão, de iluminação, de transcendência e obviamente da coragem de se arriscar para alcançar grandes feitos.

symbols-30-seconds-to-mars-phoenix-mithra

A Phoenix

A Phoenix é um pássado mítico (ou seja, não existe), encontrado na mitologia persa, grega, romana e egípcia. Representa o espírito de fogo, tem plumagem colorida e cauda de ouro e escarlate (vermelho intenso). Ela teria 5 ciclos de vida,com de 100 anos em cada ciclo. Após seus 500 anos de vida, a Phoniex constrói um ninho com galhos de carvalho, transformando-o em uma pira onde ela repousa e coloca fogo em si mesma. Das suas cinzas surgirá um ovo, de onde nascerá uma nova Phoenix. Assim que a nova Phoenix estiver pronta para levantar voo, ela carrega o ninho, com as cinzas do pássado antecessor, até a Cidade do Sol, Heliópolis, no Egito, para sepulcrar alí aquela que lhe deu a vida.

Sendo assim, a Phoenix é uma forma de simbolizar alguém que é capaz de renascer das cinzas, ou seja, capaz de se reerguer das dificuldades, de resistir as piores situações da vida. Existem ainda outros símbolos utilizados pela banda que geram outras lendas, muitos fãs criam sites, grupos e estudos aprofundados tentando explicar e encontrar significados ocultos em tudo isso, para mim é apenas um cuidado simbólico, estético, promocional, como tudo que a banda faz muito bem.

Curiosidade:

A interpretação da simbologia e todo o misticismo criado ao redor da banda é interessante, mas precisa ser algo divertido e nunca levado para o fanatismo. Há muito tempo, o americano Charles Manson, dizia encontrar mensagens subliminares nas músicas dos Beatles (na época a banda de maior sucesso entre os jovens). Segundo uma teoria conspiratória, Paul McCartney teria morrido em um acidente de carro no auge do sucesso da banda. O então empresário da banda, resolveu colocar um sósia em seu lugar, temendo que caso os fãs soubessem da verdade, não quisessem que a banda continuasse sem Paul.

John Lennon não concordou com a farsa e em protesto, teria deixado em cada disco lançado após o suposto acidente, mensagens que indicariam que Paul realmente havia morrido. Motivado pela interpretação equivocada da música ‘Helter Skelter’, gravada pelos Beatles, Manson teria liderado um grupo para executar três assassinatos. Ele foi condenado à prisão e está lá até hoje. Ele teve um último pedido de condicional negado em 2007 e aguarda uma nova avaliação em 2012. O nome do cantor Marilyn ‘Manson’ é inspirado em seu nome. Marilyn Manson gravou músicas compostas por Charles Manson na prisão, assim como o Gun’s and Roses também o fizeram. Axl Rose inclusive usava em seus shows, uma camiseta com o rosto de Charles Manson.

Acompanhe a segunda matéria sobre os símbolos da banda, ainda mais completo:

30 Seconds to Mars – Simbolos Pt 2