Cauê Moura e Pc Siqueira

Já falei algumas vezes sobre o Pc Siqueira e o Felipe Neto aqui no blog, não me recordo se já citei o Cauê Moura, mas enfim. Continuo achando exatamente a mesma coisa sobre eles e não consigo entender como agências de propaganda de todo o país, gastam tanto dinheiro com gente que não tem nada a oferecer além de VIEWS. Na realidade, esses ‘cata acessos’ caíram como luva para agências de propaganda que precisam justificar investimentos. Você realmente acha que a gurizada que é fã destes caras, vai comprar um carro da Renault por exemplo?

É muito difícil mensurar o resultado de campanhas publicitárias e neste caso, números são uma ótima forma de simplificação. É assim na TV com o famoso IBOPE e é assim na internet com a contagem de ACESSOS.

Usei três exemplos interessantes, tanto Pc Siqueira quanto Felipe Neto e Cauê Moura, ganharam notoriedade na internet, criticando assuntos polêmicos ou pessoas polêmicas. Uma receita bem simples e barata, óbvia demais. Quando o Restart era o assunto mais falado entre a gurizada, criticar os garotos coloridos é uma maneira simples de chamar atenção. Foi assim com Crepúsculo, foi assim com Fiuk, foi assim com tantos outros assuntos.

Porém, se qualquer pessoa na internet fizer um comentário ou uma crítica, lá vem os seus ‘talifãs’. Sem argumentos inteligentes, sem análise, sem senso crítico ou muito menos bom senso. Simplesmente você NÃO PODE fazer qualquer crítica, sem alguém apontar para você e lançar a velha frase: ‘Você quer embarcar no sucesso deles’. Nem todo mundo quer abarrotar um site, blog ou vlog de acessos. Então por gentileza, use outro argumento, afinal, seria mais fácil puxar o saquinho froxo deles.

O mais estranho é que, 98% dos fãs desses caras, são na realidade, gurizada, daquelas criadas a ‘leite com pera’, que paradoxalmente eles costumam criticar tanto. Gurizada vazia e inútil que infelizmente tomaram a internet como fonte de informação única. Vamos aos temas que cada um já usou, para provar a falta de originalidade:

Pc Siqueira: Restart, Cine, Colírios, Rebolation, Justin Bieber…
Felipe Neto:  Restart, Colírios Capricho, Vida de Garoto, Fiuk, Justin Bieber, Crepúsculo…
Cauê Moura: Restart, Pc Siqueira, Religião, Justin Bieber…

Querendo ou não, se alguém se aproveitou do sucesso de alguém, foram os três, falando sobre modas adolescentes. Todos sabemos que gurizada quando é fã, se entrega de cabeça. É amor ou ódio. Eles aproveitaram toda a parcela que odeia essas modas atuais, fazendo a voz de quem não curte os assuntos em maior evidência na mídia nacional e internacional. E quando eles falaram um do outro? É galera, a internet não esquece nunca. Eles podem deletar os vídeos, mas alguém sempre guarda. Tanto Pc Siqueira quanto Cauê Moura trocaram ofenças pela internet, claro que agora que o Cauê Moura também virou ‘famozinho’, viraram os melhores amigos.

o Vlog do Fernando

Quem já acessa o site há algum tempo, já deve ter lido algum post sobre o Felipe Neto. Minhas criticas nunca foram direcionadas para ele, afinal nem o conheço, sempre foram mais uma critica ao formato e ao conteúdo, e claro, sua inegável incapacidade de interpretação. Eu não acredito muito em dom, prefiro pensar em dedicação mesmo, por isso acredito que o Felipe Neto estudou muito pouco sobre a chamada 5ª arte. Isso não quer dizer que ele não vá melhorar. Nunca gostei muito dos temas que ele aborda, bastante cliché, sem esquecer as inserções do que chamam de Tie In, o famoso ‘merchan’. A propaganda do Credicard e depois a inserção velada do ‘Pode ser’ da Pepsi foi lamentável.

Mas toda falta de capacidade pode ser amenizada com a ajuda de pessoas realmente talentosas. Se o Felipe Neto teve alguma atitude inteligente na vida, foi a criação da Parafernalha, onde pelo que parece até o momento, é uma produtora de conteúdo web. O sucesso está garantido se o Felipe Neto tirar o desfoque causado pelo seu narcisismo e megalomania. Basta ele parar de ficar na frente da câmera e ir para trás dela. Dos nove videos produzidos pela Parafernalha, os únicos dois realmente divertidos, não contam com a péssima atuação do nosso amigo.

O primeiro vídeo de qualidade produzido pela Parafernalha, foi uma parceria com os excelentes @Javipior. O vídeo é um suposto vlog criado pelo próprio Harry Potter. Na verdade uma ideia copiada justamente da série de vídeos do @Javipior chamada ‘Grandes Vlogs’, onde reproduzem como seriam os vlogs de ‘celebridades’ como Deus, o Diabo, o Mario Bros, a Morte e até a Fada do Dente. Todos contando com o talento extraordinário de Rafael Belmonte que tem aquilo que chamam de ‘tempo da comédia’.

Agora a Parafernalha acaba de lançar o ‘Vlog do Fernando’, um senhor de idade cansado de jovens reclamando da vida sem grandes motivos. Adivinha? O Felipe Neto não aparece no vídeo e muito menos participou do roteiro ou produção. Infelizmente todo mundo se rende aos acessos do nosso famigerado Felipe Neto, que em resumo é só um moleque idiota, seguido por tantos outros moleques idiotas. Não é uma regra, mas a grande maioria é apenas mulecada de 10 anos de idade. Tem quem me pergunte: E por que você assiste aos vídeos dele? Elementar meu caro Watson, para fazer uma análise crítica, você precisa ter conhecimento de causa. Ou você acha que ele nunca ouviu as músicas do Fiuk para poder falar mal do ‘coitado’.

Quando ele entender que ganha mais, ficando no backstage, vou fazer inúmeros elogios.

Apesar do sucesso meteórico que ele pode proporcionar para qualquer pessoa na internet, tanto o Vlog do Harry Potter e o Vlog do Fernando possuem potencial para agradar muita gente e criar seu próprio sucesso. Que pena que as pessoas são muito imediatistas. Ganhariam mais se não vinculassem seus projetos a um moleque tão xarope.

Conheçam o Fernando, interpretado pelo excelente ator Silvio Matos.

Roteiro – Leo Luz
Direção – Osíris Larkin
Som direto – Maria Eduarda Magalhães
Produção – Maria Eduarda Magalhães
Edição – Osíris Larkinn

Felipe Neto, a coisa tá piorando…

Sinceramente eu achei que todas as maiores insanidades e cretinices já tivessem saído da mente do Felipe Neto. Ledo engano, achei que não poderia piorar. Mas ao contrário do que disse Tiririca: ‘Pior que tá, fica’.

O mote do Felipe Neto foi sempre o mesmo, chovendo no molhado, usando um assunto que já é polêmico para atrair atenção de gente com pouca capacidade de discernimento, o que na internet está cheio. O acesso gigante em seus vídeos não me deixam mentir. Talvez o único momento de genialidade do Felipe Neto, tenha sido mesmo, dar ao seu vlog, o nome de ‘Não Faz Sentido’ que é exatamente o que acontece. Nada, absolutamente nada que ele possa elaborar faz algum tipo de sentido.

Seu último vídeo é de uma ignorância que beira o absurdo. Imaginar que mais de 400.000 pessoas perderam seu tempo para apoiar uma idéia desta, mostra que o futuro do Brasil é pior do que imaginávamos. Se depender dessa juventude que está chegando, estamos igual ao aquecimento global, certamente o resultado é pior do que se planeja.

O cara faz um vídeo chamando político de filho da puta e se declarando revolucionário por exigir ‘Preço Justo’ para comprar iPod? iPad? iPhone? PlayStation? Ele inicia o vídeo falando de impostos em geral, usa alguns termos técnicos, fala sobre outras questões que influenciam o governo a praticar impostos abusivos, mas no fundo, o que lhe interessa é comprar bugingangas americanas. Mais um golpe idiota do capitalismo que convence um bando de gente sem propósito de vida, que comprar um iPhone ou um Playstation é um objetivo de vida a ser alcançado, como se a vida preta e branca só ficasse colorida com os dpis de uma tela em alta resolução.

Eu também gostaria de comprar um iMac pelo mesmo preço que um americano paga por ele, mas eu também gostaria de pagar um preço mais justo, por tudo na minha vida. Um aluguel mais acessível, uma conta de energia mais em conta, queria poder usar o celular de verdade, sem gastar fortunas em créditos, queria colocar R$ 50,00 de gasolina no carro e poder andar mais com ele. Mas antes de pensar nos impostos que eu pago sobre produtos, teríamos que exigir ao menos, que tudo que pagamos, seja aplicado.

Se tivessemos um transporte público descente, nao precisaríamos tanto de combustível. Se tivessemos um hospital descente, não precisaríamos de plano de saúde. Se tivessemos impostos menores na comida, na energia, nos aluguéis, talvez, até sobraria dinheiro para comprar um Playstation, pelo preço que quisessem cobrar, sem precisar reclamar.

Pode parecer piegas, mas por favor, tem gente morrendo de fome, tem gente morrendo em fila de hospital, tem gente morrendo por falta de saneamento básico. Estamos em um país pobre demais, para um imbecíl mobilizar gente na internet para comprar produtos da Apple mais baratos. Nem sei qual a preocupação do Felipe Neto, sendo que ele já tem iPhone, iTouch, iMac e provavelmente deva ter um Playstation 3.

É demais para mim aturar isso e o pior, ver que existem pessoas que apoiam isso. Na verdade, 400.000 pessoas, estão cagando e andando para quem nem sabe o que é um iPhone. Já dizia Caio Blinder: ‘A classe média brasileira só quer saber de bujinganga, quem sabe um dia vão querer saber de política e economia’.

Para muita gente, comprar uma cozinha nas Casas Bahia, é inclusão. Para muitas pessoas, comprar um celular, é inclusão. Para muitas pessoas, ter internet em casa em um computador vagabundo da Positivo, parcelado no Magazine Luiza, é inclusão. Para o Felipe Neto, ter um iPhone é inclusão.

Alheio a tudo isso o Brasil vai continuando a ser a mesma merda de sempre. Já que ele citou Renato Russo eu também cito: ‘O Brasil é o país do futuro’…
Só não sabemos quando esse futuro, vai enfim, virar presente…

A identidade mantida…

Já falei aqui no site, que não gosto muito de falar das coisas que não gosto. Prefiro muito mais, indicar assuntos que me agradam. Em contrapartida, já fiz alguns artigos fazendo avaliações críticas sobre PC Siqueira e Felipe Neto. Se você nunca ouviu falar deles, provavelmente chegou de Marte ontem.

Em um dos meus textos porém, comentei que acreditava muito mais na permanência do Pc Siqueira do que na continuidade da fama meteórica do Felipe Neto. Enquanto o Pc Siqueira fala de coisas cotidianas, sendo boas ou ruins, o tema do Felipe Neto é sempre um assunto muito popular, viral e controverso por consequência.

Parece que minhas ‘previsões’ se confirmaram. Apesar do Pc Siqueira ficar atrás dos números do Felipe Neto (sem comparar um ao outro diretamente, apenas como base de informação), talvez essa fama menos arrebatadora tenha mantido os pés do Pc Siqueira no lugar. Enquanto o Felipe Neto continua aumentando sua lista de adoradores de um lado e profanadores do outro, Pc Siqueira veio correndo por fora, mantendo a linha, fazendo exclusivamente o que lhe fez famoso.

Continuou mantendo todas as suas esquisitices que arrebataram a gurizada da internet e confesso, já tirou muitas gargalhadas de mim. Minha constatação fica óbvia nos famosos votos de Gostei e Não Gostei.

Em seu último vídeo, Pc Siqueira acumula até o atual momento, 4.121 joinhas e apenas 74 negativas. No último vídeo de Felipe Neto, são mais de 5.000 negativas. Ou seja, ele consegue ter mais reprovação, do que Pc Siqueira de aprovação. Em porcentagem, nos vídeos de Pc Siqueira, 1,79% não gostaram do vídeo. No último vídeo do Felipe Neto 16% das pessoas não gostaram do vídeo.

O que você me diz? É só uma questão de cálculo. É uma ciência exata. Se você fosse um grande empresário, de uma mega empresa brasileira. E tivesse a idéia de anunciar com um dos dois. Você arriscaria contrair 16% de insatisfação ou 1,79%?

Pc Siqueira e Felipe Neto apesar de parceiros, estão aí para provar que nem tudo que é popular é necessariamente bom. Muitas vezes não é. Nem tudo que chama atenção, que causa báfáfá, no fundo é algo bacana. Muitas vezes não é. Prefiro o meio termo. Prefiro o segundo lugar que causa simpatia, do que o primeiro que incentiva a discórdia, a intolerância, o pré-julgamento.

Eu sou mais Pc Siqueira.

Onde estará Felipe Neto?

Se você não possui tv por assinatura em casa, deve estar se perguntando: Onde estará Felipe Neto? O garoto que ficou conhecido entre adolescentes na internet, publicou seu último vídeo em 08 de dezembro de 2010. Hoje, passado um mês após este vídeo (com rejeição recorde), o garoto parece ter desistido da internet. Em seu twitter, um novo vídeo deve sair em breve.

Para você ter uma idéia, seus primeiros quatro vídeos foram postados dias 20, 22, 24 e 28 de abril de 2010. Realidade bem diferente dos dias atuais. Novamente a expressão ‘cuspir no prato que comeu’ me veio a mente, não sei porquê.

Quando falei do Felipe Neto aquiaqui, aqui e aqui eu já imaginava em que direção iria seguir essa fama meteórica. Na verdade, um garoto como o Felipe Neto fazer sucesso na internet só demonstra a profundidade da alienação que estamos vivendo. Talvez todo mundo que tenha um blog, sonhe em vivenciar esse momento de fama nacional, ter milhões de acessos e ter a sensação de que milhares de pessoas estão prestando atenção no que você tem a dizer. Mas diante da tolice que faz sucesso na internet brasileira, diante dos assuntos que se tornam Trending Topics, começo a achar que um dia, blogueiros e vlogueiros serão iguais a ex-BBB’s, meio famosos e desprezados pela mídia.

A internet nunca foi tão monofásica. Ou você está falando sobre humor escrachado, ou ‘malhando o pau’ em alguém (como estou fazendo agora talvez), ou está avaliando quem tá malhando o pau em alguém. É como ligar para alguma pessoa e ficar avaliando que tipo de coisas se faz no telefone. Será que na internet, podemos falar de outras coisas que não seja a internet e seus usuários? Antes que você me critique, vou explicar para que você possa entender, como se você tivesse 6 anos de idade (se você nunca viu Philadelphia nunca vai entender a piada).

Existem milhares e milhares de blogs pelo país. Falando de todos os tipos de assuntos. Dos mais intelectuais aos mais irrelevantes. Tem para todos os gostos: musicais, humorísticos, moda feminina, politicos e segue o baile. Porque então, dar tanto espaço para tão poucas pessoas, que depois, criam uma espécie de patotinha, onde ninguém mais entra. É o clube vip da internet brasileira.

Você nunca viu? Parcerias entre Kibe Loco + Jacaré Banguela, Felipe Neto + Pc Siqueira, Brogui + Felipe Neto. Essa mesma patotinha dos famosos, acomete os humoristas de Stand Up e programas de humor na TV. O que as pessoas não entendem, é que tudo perde a graça quando este fatídico dia acontece. Você lembra do Repórter Vesgo e do Sílvio Santos, avacalhando com tudo que era celebridade? E por que eles não fazem mais nada disso?

Simples, porque viraram amigos das celebridades, são vips agora. Não dá para zuar ninguém. Agora ao invés de porta de festa, eles são convidados, estão lá dentro, aproveitando todo o conforto que o dinheiro pode pagar, dinheiro que você o ajudou a ter.

E assim, contaminados pelo impiedoso vírus da fama, todos vão perdendo a graça, um a um. Onde estão Mendigo e Quietinho? Os dois humoristas mais engraçados do Pânico, preferiram um contrato com mais zeros a direita e lá foram a caminho do anonimato. E nosso querido Freddie Mercury Prateado (Eduardo Sterblitch) que entrou no programa como quem não quer nada e salvou o Pânico do anonimato, também já segue por este caminho. Em breve não vai mais se submeter as mesmas situações vexaminosas, que antes ele topava numa boa.

Enquanto isso, você que se esforça para ter um blog com conteúdo legal, interessante, feito com dedicação e respeito, vai ficando pelo caminho. Com o tempo desiste e novamente iniciará o ciclo, com outros ‘humoristas’ anônimos, que se tornam celebridades, que se tornam vips, que se tornam sem graça (…) e nós ficaremos aqui, somente como espectador, enquanto eles brindam as vantagens de ser vip.

Quem sabe um dia…

Cheguei a uma conclusão, parafraseando Felipe Neto… Isso tudo, NÃO FAZ SENTIDO!

Na terceira pessoa…

Quando uma pessoa começa a falar na terceira pessoa, está próxima da completa loucura, uma loucura nada saudável. Hoje providencialmente, o Tico Santa Cruz, colocou esta frase no seu twitter:

“Nenhum império é eterno! A arrogância precede a decadência”

E como antecipei aqui em diversos artigos, parece que a derrocada começou. Apesar de ter estreado um programa no Multishow, parece que seu público não está mais, tão afim de ouvir suas besteiras. No último vídeo ele usa mais uma tática furada de se auto elogiar, fingindo uma falsa modéstia. Horrível, lamentável, mas que bom que as pessoas acordaram para isso.

Como eles gostam de usar números como sinônimo de qualidade ou fama. Seguem os números do seu último vídeo.

Next Posts