Criolo – TV Folha – Novas canções

E você? Será que vai aprender a viver só depois que morrer? As palavras densas da canção “Gelo no Inferno” mais parecem profecia. Criolo estava para morrer artisticamente quando além de ressuscitar, renasceu ou nasceu para o público distante da cena do hip hop paulista.  No post anterior eu falei sobre a belíssima canção “4 da Manhã”, detalhe: o 4 é escrito assim mesmo, como numeral e não ‘quatro’. Tem gente que ainda comete a canelada de mudar o título da música “Não existe amor em SP” para “Não existe amor em São Paulo”.

Mal sabia eu, que o vídeo da Tv Folha com as canções ‘inéditas’: “Casa de Mãe” e “4 da manhã” eram apenas parte de outros três vídeos. Revolvi transformar tudo em um ‘unofficial album’, como costumam chamar lá na gringa. Peguei os vídeos e transformei em arquivos de mp3. Estou pensando em fazer isso com todos os vídeos que tenho do Criolo, mas dá um trampo. Quando destaquei a palavra inédita para estas canções, trata-se do fato de serem na realidade músicas antigas não gravadas anteriormente, para nós então, são inéditas.

É fantástico pensar a quantidade expressiva de canções que o Criolo deve possuir, que poderão constar de próximos álbuns e que apesar de terem permanecidas incognitas nas últimas duas décadas, não fazem parte de gravações antigas que não fizeram sucesso midiático. Não repousam sobre elas, o peso do tempo que se foi, do sucesso que passou, da carta fora do baralho. Sem realizar registros, permaneceram intáctas no tempo, intocadas, desconhecidas e por consequência, soarão como novas. Criolo é talvez o primeiro artista que conheço, que poderia lançar uma coletânea sem ao menos regravar uma canção. Como ele conduzirá esse futuro incerto eu não sei, mas certamente, se feito com a mesma paciência com a qual tem conduzido toda a exposição na qual passou a protagonizar, teremos pela frente a crianção de uma das mais ricas discografias da nossa música. Da mesma forma que o tempo cuidou para que o sucesso do Criolo fosse moldado durante longos vinte anos antes de qualquer maior relevância popular, bastará continuar bater o bolo na mesma cadência, para a receita não desandar.

Baixe as canções e não esqueça de pesquisar tudo que já falei sobre o Criolo aqui no site.

Download do Álbum

De aquel amor de música ligera – Soda Stereo

Você certamente já ouviu a música ‘A Sua Maneira’ do Capital Inicial, estou certo?!. Porém poucas pessoas sabem que esta música está longe de ser um sucesso criado pela banda brasileira. Na realidade a música é um megasucesso da banda argentina SODA STEREO. O que torna a versão do Capital um tanto sem graça, foi o fato de tirarem da canção a expressão ‘De Musica Ligera’ , que inclusive é título da versão original. Musica Lijeira em espanhol é uma gíria para ‘amor passageiro’, ‘paixão rápida’, ‘amor de verão’. ‘De Musica Ligera’ é uma crítica aos hits que tocam, tocam, tocam e em pouco tempo ninguém mais quer ouvir.

Apesar da banda não ser famosa no Brasil, na Argentina e em todos os outros países da América Latina, são um fenômeno. Formada por Gustavo Cerati (guitarra e voz), Héctor ‘Zeta’ Bosio (baixo e voz) e Carlos Alberto Ficicchia (bateria e percussão), a história do Soda Stereo remete ao início dos anos 80. Em 1982 a banda começava a tocar na cena underground de Buenos Aires, mas a consagração viria apenas oito anos depois, com o lançamento de ‘Canción Animal’, álbum de 1990 que trouxe a famigerada ‘De Musica Ligera’, além de ‘Canción Animal’, ‘Un Millón de años Luz’ e ‘Té para tres’.

Em 1993 a banda faz uma pausa na carreira e em 1994 o filho de Zeta morre em um acidente de carro, afetando profundamente sua vida pessoal e profissional, ao ponto de cogitarem o fim definitivo do Soda Stereo.  Mas um ano depois eles voltam a se encontrar, lançando o álbum ‘Sueño Stereo’  em 1995 pela BMG. Em apenas 15 dias de lançamento, o álbum se tornou disco de platina, porém em 1997 a banda se despede novamente dos palcos em um show no estádio do River Plate, em Buenos Aires, Argentina.

Apesar de inúmeros rumores de retorno, nada aconteceu ao Soda Stereo, além de um documentário produzido pela HBO e um pela MTV chamado ‘Soda Stereo : A LENDA’. Sete anos após sua despedida dos palcos, a Sony lança em 2004 um DVD com cenas inéditas de turnês da banda. Em 2007, completando 10 anos de distância dos palcos, os integrantes resolvem se reunir novamente para uma tour de comemoração. ‘Me Verás Volver’  é o nome da nova tour da banda. Meu amigo ‘Gringo’, que trabalhava comigo em uma agência de propaganda, que me apresentou ao Soda Stereo, foi para Buenos Aires para um dos shows no estádio do River, de busão, acredite. Ao contrário do que se faz no Brasil, a tour comemorativa não marcava a volta da banda, sendo que seu fim também marcou o fim das atividades da banda.

Perceba a multidão de pessoas neste show e atente para a música cantada em coro, do início ao fim, durante a gravação do dvd ‘Gira Me Verás Volver’, durante sua tour de 2007.

Discografia

  1. 1984 Soda Stereo // Estudio
  2. 1985 Nada Personal // Estudio
  3. 1986 Signos // Estudio
  4. 1987 Ruido Blanco // Ao vivo
  5. 1988 Doble Vida // Estudio
  6. 1989 Languis // Mixtape
  7. 1990 Canción Animal // Estudio
  8. 1991 Rex Mix // Mixtape
  9. 1992 Dynamo // Estudio
  10. 1993 Zona de Promesas // Coletânea
  11. 1995 Sueño Stereo // Estudio
  12. 1996/2007 Comfort y Musica para Volar // Ao vivo 1996 / 2007
  13. 1997 Chau Soda // Coletânea
  14. 1997 El Último Concierto // Duplo ao vivo
  15. 2000 Obras cumbres // Coletânea
  16. 2004 Leyendas: Solamente los mejores // Coletânea
  17. 2005 20 Éxitos originales // Coletânea
  18. 2007 Lo esencial // Coletânea Importada
  19. 2007 Me Verás Volver // Coletânea
  20. 2007 MTV Unplugged: Comfort y música para volar // Ao vivo
  21. 2008 Gira Me verás volver” // Duplo ao vivo
  22. 2008 Lo esencial // Remasterizado

Publicado originalmente em: 24 de dezembro de 2007 às 18:24

Bon Iver at AIR Studios – Download

Eu já falei sobre o Bon Iver aqui. Em fevereiro deste ano, a banda publicou um vídeo com cinco canções gravadas ao vivo e em formato acústico nas belas instalações do Lyndurst AIR Studio Hall – um edifício que era originalmente uma igreja e uma escola missionária, projetado em 1880 pelo grande arquiteto vitoriano Alfred Waterhouse (designer do Natural History Museum).

No projeto estão apenas Justin Vernon e Sean Carey, posicionados um em frente ao outro, cada um tocando um piano de cauda. Apesar de não ser o primeiro instrumento de nenhum dos dois, eles conseguiram adaptar os arranjos das canções e deixar os dois vocais ainda mais em destaque, com timbres completamente diferentes e impactantes, o resultado é um trabalho extremamente bonito, uma releitura do clássico modelo voz+violão.

Vídeo

Playlist/Download

Como esta session não foi lançada em um EP, resolvi converter o arquivo original de vídeo em músicas no formato MP3 e fazer um unoficcial album, com capa, letras e todas as informações sobre cada canção, são elas:

  1. Hinnom, TX
  2. Wash.
  3. I Can’t Make You Love Me
  4. Babys
  5. Beth/Rest
Ps.: Lembrando que todos os arquivos estão com nomes abreviados, pois senão o 4shared acaba deletando a conta que hospeda os arquivos. O nome do arquivo é “bi_las.zip”.

Download Álbum

Corel X6 – Keygen

Para que você não faça como muita gente e acabe baixando algum vírus para seu computador, vou disponibilizar um keygen que encontrei na internet. Ao executar o arquivo, escolha a versão Corel X6 na lista de programas, copie o serial, insira na instalação e com o Instalation Code gerado, copie e cole no Keygen para gerar o Activation Code.

Sinceramente as atualizações do Corel X6 para o X5 não motivariam uma compra, diferente com o que acontece em versões novas do Photoshop por exemplo, onde os incrementos mudam muitas vezes o modo com o qual você trabalha no programa. Além disso, essa versão de avaliação que eu instalei do X6, já travou em duas ocasiões.

Download Keygen 

 

50/50 Soundtrack – 50% Trilha Sonora

Custou, pesquisei muito e demorei 3 dias para encontrar as músicas do filme 50% (50/50). A trilha sonora não foi copilada em cd, portanto tive que ir atrás das versões originais e ainda ficaram quatro canções de fora. Tem muita música boa como: ‘High and Dry’ do Radiohead, gravada no melhor cd da banda na minha opinião, ‘The Bends’. Além de Radiohead tem Pearl Jam, Bee Gees, Roy Orbison e uma galera boa que eu não conhecia. Se você quer ver o post que escrevi sobre o filme, clique aqui.

Ficha Técnica

Título Original … 50/50
Lançamento … 2011
Diretor … Jonathan Levine
Roteiro … Will Reiser
Gênero … Comédia Dramática
Duração … 100min

Playlist

  1. Jacuzzi Boys – Bricks or Coconuts
  2. John Fumo – Midnight Blue
  3. Radiohead – High and Dry
  4. Harmony & Balance – Simplicity
  5. The Walkmen – New Country
  6. Bee Gees – To Love Somebody
  7. The Aggrolites – Work To Do
  8. Eric V. Hachikian – Downtown Blues
  9. The Sideway Runners – Turn It Down
  10. Mr. Little Jeans – Angel (Rac Remix)
  11. Autokratz – Stay The Same
  12. The Diplomats of Solid Sound – Soul Connection
  13. Shapes and Sizes – Too Late For Dancing
  14. Eric V. Hachikian – Hunters
  15. Gerry Rafferty – Days Gone Down (Still Got The Light In Your Eyes)
  16. Eric V. Hachikian – Survival
  17. Roy Orbison – Crying
  18. Liars Inc – The Other Side of Mt. Heart Attack
  19. Pearl Jam – Yellow Ledbetter

Download cd

Banda Exodos – Galhos Secos – ‘Para nossa alegria’

Quando fiz uma postagem falando sobre a banda Catedral, fiz questão de citar a banda Exodos, para deixar claro a autoria da canção “Galhos Secos”. Mas acredito que eles mereçam mais que uma citação, um post especial sobre a banda é o mínimo que posso fazer, para de alguma forma corrigir, mesmo que para um número restrito de pessoas, uma injustiça histórica, que tomou proporções gigantescas com o sucesso viral do vídeo “Para nossa alegria”.

Uma verdade desconhecida não deixa de ser verdade. A banda Exodos, como tantos outros artistas ou pessoas célebres, que escreveram parte de nossa história, não tiveram justiça diante dos feitos que produziram. Imagine-se há quarenta e dois anos, iniciar uma banda de rock, cantando músicas com temas religiosos. O próprio nome da banda deve ser inspirado no Livro do Êxodo, o segundo do Antigo Testamento da Bíblia Cristã e segundo da Torá Judaica, nesta chamado de Shemot.

Imagine enfrentar preconceitos de todas as frentes. Preconceito de bandas de rock que não possuem ligação religiosa e preconceito interno das próprias lideranças religiosas as quais a banda era vinculada. O pioneirismo da banda Exodos foi revolucionário demais para a época. Muitas décadas depois, esta mesma tentativa de trazer o tema religioso para outros ritmos musicais, foi chamado de Renovação Carismática, apesar de as motivações serem diferentes.

Lá em 1970, a Exodos queria falar de Deus dentro da linguagem que eles conheciam, não existia nenhuma vontade de trazer “ovelhas desgarradas”. Muito diferente da realidade religiosa atual, cada dia mais preocupada com a perda de fiéis. É justamente na despretenção que reside a verdadeira salvação para nossa humanidade, em todos os sentidos, em todos os aspectos e âmbitos, não foi diferente com a Exodos, que mesmo diante da não aceitação das lideranças religiosas da época, conseguiu levar sua mensagem de fé para muitas pessoas.

Como o tempo não costuma ter lógica, mas ainda assim costuma ser sábio, quatro décadas depois, talvez a Exodos encontre, não o reconhecimento público, pois essa nunca parece ter sido sua busca, mas a justiça de suas ações. Com o mesmo sentimento puro de quem acredita no poder da palavra, a banda que teve sua música regravada por inúmeros artistas, nunca requeriu qualquer direito autoral sobre a canção e nunca negou um pedido de liberação de uso. Ironicamente, a banda que alcançou maior notoriedade com a canção “Galhos Secos”, o Catedral, nunca solicitou formalmente autorização para gravação da música.

Não conheço muitos casos de alguém que se manteve firme em seus propósitos por tanto tempo. O que você faria se sua canção, composta há 40 anos, figurasse em todos os canais de televisão do país, que movimentam fortunas em troca de audiência? Uma grande oportunidade para ganhar muito dinheiro e notoriedade, não é mesmo? Você dispensaria essa chance?

A Exodos dispensou, deixou nas mãos de Deus as consequências de tudo isso. É uma das atitudes mais honrosas, elogiáveis e bonitas que eu já pude presenciar em minha vida.

Minha família é católica, eu não frequento missas, não pratico a religião, mas nada disso impede a minha fé e o entendimento da mensagem deixada por Jesus Cristo, da tolerância, do amor ao próximo, da compaixão. Parafraseando Che Guevara:

‘A fé se leva no coração e não na boca para viver dela’

O poder da mensagem deixada por Jesus Cristo, tenha ele sido Cristo, tenha ele sido filho de Deus, tenha ele morrido na cruz, tenha ele ressuscitado ou tenha ele sido apenas um carpinteiro, sua mensagem foi tão importante que atravessou dois mil anos e permitiu que muitas pessoas buscassem nela seus interesses pessoais, usando seu nome como justificativa. Em seu nome mataram, torturaram, excluíram e propagaram todas as insanidades humanas. Ainda hoje, em seu nome, muitos erros são cometidos, mas nada disso será capaz de apagar a fé que tenho em sua mensagem. Colocar ela em prática, portanto, é uma forma muito mais eficaz de praticar a fé, que frequentando qualquer igreja ou templo. A religião é um ato social e coletivo, a fé é um ato individual e interno.

A banda Exodos, apesar de extinta fisicamente em 1977, manteve um sentimento vivo de extrema nobreza. Seus integrantes praticam verdadeiramente as palavras pelas quais dizem viver. Colocam acima de tudo sua conduta diante daquilo que julgam certo. Muito provavelmente não existem muitas chances de erro, naqueles que agem com compaixão. Mesmo que sejam tratados com vilipêndio e tenham o desprezo de pessoas que usaram de suas palavras, a justiça do tempo e da fé, possui outras formas de manifestação. Se fizeram isso com Jesus Cristo, por quê seria diferente com a Exodos?

Isto foi tudo que o Kim, vocalista do Catedral foi capaz de falar sobre a banda Exodos, mesmo diante de todos os benefícios que a canção trouxe para a banda, resgatando eles do esquecimento. Além do termo pejorativo ‘uma tal banda’, Kim disse que a Exodos foi a primeira a gravar a canção, esqueceu de dizer que eram os autores. Entre ser autor e o primeiro artista a gravar uma canção, existe um abismo enorme.

Felizmente, o portal G1 foi bastante responsável com a matéria e contou a verdadeira história da canção. Escrita pelos irmãos Osny e Osvayr Agreste, quando Osvayr tinha apenas 13 anos. Segundo ele, a canção tinha como objetivo, resgatar pessoas que perderam o rumo de suas vidas pelo consumo de drogas, no auge do movimento hippie, da liberdade sexual e do alto consumo de drogas. A música acabou se tornou um hino dentro de centros de recuperação de drogados.

De qualquer forma, indiferente aos interessados em faturar em cima do viral, indiferente das injustiças causadas, indiferente da fé ou religião que você pratique, temos que aproveitar a oportunidade para reverberar a mensagem, escrita por um adolescente aos seus 13 anos de idade, tentando da sua forma mais singela, fazer a diferença na vida de pessoas que precisavam de ajuda, de um amparo. A pureza da mensagem ficou ali, enraizada através do tempo, assim como tantas mensagens de paz, de amor, de fé, de esperança.

A Banda

Osvayr hoje tem hoje 55 anos e seu irmão Osny, coautor da música, já é falecido, infelizmente. Talvez seja ele o autor desta nova realidade. Edson Donizetti, o baterista, tem 58 anos. A pureza e pioneirismo destes adolescentes possui outra interpretação hoje em dia, bandas de rock cristão estão em canais de tv aberta, assinam com gravadoras multinacionais, enquanto a Exodos nunca gravou um cd com tiragem profissional, o que não apaga e só abrilhanta esta linda história escrita com fé, perdão, benevolência, honradez, verdade e ideologia.

Estou realmente emocionado em poder contar essa história e espero que muitas pessoas tenham a oportunidade de vivencia-la. Em todos os seis anos de existência deste blog, certamente este é um dos momentos mais importantes que já vivi. Estou feliz de escrever cada palavra, tendo a certeza de que são merecidas.

www.bandaexodos.com

Download

Acredito que eles não vão se importar que eu disponibilize o download da música aqui no site. Aproveitei para fazer uma capinha, especial para a canção, para você colocar no seu iPod, iPad, iPhone, enfim.

Download da canção Galhos Secos

Vídeo Oficial 

Previous Posts Next Posts