Florence + The Machine – Dog Days Are Over

Acredito que o título da música seja bem sugestivo. Nada melhor para espantar aquele clima down, quando você se sente tratado como um cachorro viralata, do que uma música destas para afastar os móveis e cantar no último volume. Eu já havia falado da Florence aqui, então se você ainda não conhecia, vale visitar o post. Publiquei o video da música Dog Days Are Over que tem um ar para lá de psicodélico. Tem direito até a duas versões femininas meio Ompaa Loompa.

Johnny Cash

Como falei de Johnny Cash no post anterior, não poderia deixar de mostrar o mais belo clipe que eu já pude ver até hoje.

Hurt foi escrita e gravada originalmente por Trent Reznor em 1994, incluída no álbum The Downward Espiral. Mas foi em 2002, quando Johnny Cash resolveu produzir uma versão para a canção, incluída em seu álbum ‘American I: The Men Comes Around, que a música se tornou conhecida, tanto que muitas pessoas acreditam que ela tenha sido escrita por Cash.

O clipe de Hurt, na versão de Cash foi dirigido pelo cineasta Mark Romanek. Cash era um músico que provou de todos os gostos doces e amargos da vida, pessoal e profissional por consequência. Para produzir o clipe, Romanek resolveu conhecer a antiga casa de Cash em Nashville, que funcionava como um depósito de memórias, porém naquela época, a casa estava fechada a muito tempo e com uma aparência de puro abandono, o que se encaixou perfeitamente na idéia de Romanek, trazendo essa atmosfera de degradação que a música sugere.

Ele também queria mostrar o precário estado de saúde em que Cash se encontrava, sem nenhum rodeio, exatamente como Cash sempre fez em suas canções, colocando o dedo na ferida, sem maquiagens, sem desfoque. A fragilidade de sua saúde ao 71 anos podem ser sentidos em sua voz, abalada também pelo tempo.

O clipe intercala Cash ao piano e imagens de sua carreira, mostrando que cada verso da canção realmente poderia significar inúmeros momentos de sua vida, dos problemas com o vício em remédios e como isso prejudicou sua carreira, o sofrimento que ele trouxe para June e o esforço dela, sua esposa e melhor amiga, em continuar com ele até o fim.

June que aparece no clipe, com um olhar de compaixão àquele homem que estava ali, admitindo todos os erros de uma vida inteira, faleceu três meses após a gravação do clipe e Cash, quatro meses depois de June.

Lady Gaga

Nem parece, mas foi há exatos dois anos que Lady Gaga nasceu para todos nós. Em agosto de 2008 ela lançava seu primeiro cd, ‘The Fame’. Alguém me corrija, mas deve estar na lista dos mais bem sucedidos álbuns de estréia de uma cantora.

Em março de 2009 eu publiquei aqui no blog uma matéria sobre ela, falando sobre sua carreira, após ver sua apresentação no programa ‘The Ellen DeGeneres Show’ e constatar que ela iria longe mesmo, porque ela tem talento. Apesar de todo o sucesso de Madonna e de ser considerada por anos a rainha do pop, acredito que chegou a vez de passar o bastão. Lady Gaga sem dúvida vai construir uma carreira ainda maior.

Não tem mais para ninguém, Lady Gaga é um espanto, é um acontecimento mesmo. As músicas dela contagiam todo mundo, de criança a idoso, de mulheres a homens, até os mais machões. Diferentemente de outras cantoras que fazem mais sucesso com o público feminino e gay, Lady Gaga é ‘au concour’.

Ela já bateu todos os recordes e a lista de feitos continua. Hoje foi a vez do VMA onde Gaga levou nada menos que 13 indicações, o maior número da história do VMA. O programa acontece dia 12 de setembro e certamente vai ser transmitido em algum canal de tv por assinatura.

Acompanhe o feito inédito:

Videoclipe do ano

30 Seconds To Mars – “Kings and Queens”
B.o.B f/ Hayley Williams – “Airplanes”
Eminem – “Not Afraid”
Florence + the Machine – “Dog Days Are Over”
Lady Gaga – “Bad Romance”
Lady Gaga f/ Beyoncé – “Telephone”

Melhor videoclipe feminino

Beyoncé f/ Lady Gaga – “Video Phone (Extended Remix)”
Katy Perry f/ Snoop Dogg – “California Gurls”
Ke$ha – “Tik Tok”
Taylor Swift – “Fifteen”
Lady Gaga – “Bad Romance”

Melhor videoclipe pop

B.o.B f/ Bruno Mars – “Nothin’ On You”
Beyoncé f/ Lady Gaga – “Video Phone (Extended Remix)”
Katy Perry f/ Snoop Dogg – “California Gurls”
Ke$ha – “Tik Tok”
Lady Gaga – “Bad Romance”

Melhor videoclipe de dança

Evacuate The Dancefloor – “Cascada”
David Guetta f/ Akon – “Sexy Chick”
Enrique Iglesias f/ Pitbull – “I Like It”
Lady Gaga – “Bad Romance”
OMG – “Usher f/ will.i.am”

Melhor parceria

3OH!3 f/ Ke$ha – “My First Kiss”
B.o.B f/ Hayley Williams – “Airplanes”
Beyoncé f/ Lady Gaga – “Video Phone (Extended Remix)”
Jay-Z & Alicia Keys – “Empire State of Mind”
Lady Gaga f/ Beyoncé

Melhor videoclipe de Hip Hop

B.o.B f/ Hayley Williams – “Airplanes”
Drake, Kanye West, Lil Wayne & Eminem – “Forever”
Eminem – “Not Afraid”
Jay-Z & Swizz Beatz – “On To The Next One”
Kid Cudi f/ MGMT & Ratatat – “Pursuit Of Happiness”

Melhor coreografia

Beyoncé f/ Lady Gaga – “Video Phone (Extended Remix)”
Janelle Monáe f/ Big Boi – “Tightrope”
Lady Gaga – “Bad Romance”
Lady Gaga f/ Beyoncé – “Telephone”

OMG – “Usher f/ will.i.am”

Melhor direção

30 Seconds To Mars – “Kings and Queens”
Eminem
Jay-Z & Alicia Keys – “Empire State of Mind”
Lady Gaga
P!nk – “Funhouse”

Melhores efeitos especiais

Dan Black
Eminem
Green Day – “21st Century Breakdown”
Lady Gaga
Muse – “Uprising”

Previous Posts