Birdy – Fire Within

Eu falei a primeira vez sobre a Birdy em 2011, quando encontrei misteriosamente um link do seu primeiro álbum, o qual não havia sido lançado oficialmente, ao menos não na iTunes. Me apaixonei nos primeiros 10 segundos da primeira canção e desde então está na minha do que ouço regularmente.

birdy-fire-within-deluxe-2013

Este ano, felizmente ela lançou seu segundo álbum, que não poderia ser ruim, após o debut de alto nível do disco homônimo, com regravações de outras bandas das quais sou mega fã: Bon Iver e The Nacional. O álbum foi anunciado em 10 de julho, quando um vídeo incluindo cenas dela em estúdio, trazia uma prévia de ‘Wings’ e ‘No Angel’. Assista abaixo:

Birdy – My New Album (From The Studio)

O primeiro clipe oficial do álbum foi publicado no dia 02 de agosto. Se trata da belíssima canção ‘Wings’. O clipe não ficou atrás da música, aliás, em clipes a Birdy é sempre impecável no que produz. Assista:

Birdy – Wings

O lançamento oficial no pré-order da iTunes foi 23 de setembro de 2013. Um detalhe muito importante. Todas as canções do álbum são de composições da própria Birdy. Apesar das belíssimas canções de trabalho, a música que mais curto do álbum é Maybe. Ainda mais se você bate palminhas no ritmo da canção. Experimente, pois é super divertido.

Playlist

  1. Wings – 4:12
  2. Heart of Gold – 3:34
  3. Light Me Up – 4:15
  4. Words As Weapons – 3:59
  5. All You Never Say – 4:38
  6. Strange Birds – 3:03
  7. Maybe – 3:14
  8. o Angel – 4:03
  9. All About You – 4:37
  10. Standing in the Way of Light – 4:04
  11. Shine – 4:04

Toma essa S.O.P.A

Uma das coisas que sempre gostei de fazer no blog é trazer novidades musicais. Tentar ser um pouco original nos artistas que abordo, para promover um pouco de renovação naquela mania de só falar de quem já é sucesso. Eu falo de quem eu gosto, sendo alguém famoso, sendo alguém começando a ser famoso ou alguém que está longe de qualquer holofote.

Nessas buscas sobre novas canções, novos cantores, cantoras e bandas, acho que exagerei. Olhe a data de lançamento do álbum da cantora Birdy, na loja da iTunes e abaixo os arquivos do meu HD…

Quer a prova de que eu realmente já tenho estes arquivos há algum tempo? Olha este artigo que escrevi em 19 de novembro de 2011.

Birdy

Antes de falar dela, preciso lhe dizer, acredite, ela tem apenas quinze anos.

Jasmine Van den Bogaerde, conhecida pelo seu nome artístico Birdy (15 de Maio de 1996), é uma cantora inglesa que ficou conhecida por ter vencido a competição de música Open Mic no Reino Unido em 2008, com apenas 12 anos. Sua versão de ‘Skinny Love’ do cantor Bon Iver, foi lançada em janeiro de 2011, o que lhe rendeu bastante repercussão na europa.

Birdy nasceu em Lymington, Inglaterra. Sua mãe é uma pianista de concertos e Birdy aprendeu a tocar piano aos quatro anos de idade. Começou a escrever suas próprias canções aos 7 anos. Birdy atualmente estuda na Priestlands School em Lymington, uma escola especializada em artes cênicas e visuais. Ela canta e toca piano. O tio-avô de Birdy foi o ator Sir Dirk Bogarde.

Ela venceu o concurso Open Mic tanto na categoria até 18 anos como no Grand Prize, contra 10.000 outros concorrentes. Ela cantou sua própria canção na competição chamada ‘So Be Free’ para um público de 2.000 pessoas. Após a competição, ela recebeu um contrato de edição com a Good Soldier Songs, dirigida por Christian Tattersfield, presidente da Warner Bros Music UK e do selo 14th Floor Records.

Tattersfield já assinou contrato pelo mesmo selo com outro cara que eu gosto muito, David Gray. Em 2009, Birdy ela fez um concerto de piano ao vivo no piano para rádio BBC em Londres. O video clipe da música oficial da canção foi dirigido por ninguém menos que Sophie Muller, que já produziu Shakira, Beyoncé, Gwen Stefani, Lily Allen, Nelly Furtado e as bandas No Doubt, The Killers, Maroon 5, Coldplay, Blur e The Strokes. A canção também foi destaque na série ‘The Vampire Diaries’.

Seu auto-intitulado álbum de estréia ‘Birdy’, foi lançado em 07 de novembro de 2011 e traz uma versão para a belíssima canção ‘Terrible Love’, tão boa quanto a original gravada pelo The National.

Você tem um minuto para se apaixonar:

Jasmine Van den Bogaerde, um nome que me parece ter vindo para ficar. Seu álbum de debut, como chamam, está realmente muito bom, ótimas canções aos embalos de seu talento como pianista. Gostei muito da capa do disco, simples e realmente harmônica, lindas cores, bela imagem.

A versão Deluxe do álbum porém contem uma capa diferente (abaixo). O mais estranho é que seu álbum não teve lançamento mundial ainda e não consigo comprar o álbum através da AppStore US. Eu não queria ter que baixar, mas não deu para esperar e encontrei um download.