Dia dos Namorados – Música + Amor

A primeira vez que fiz uma Mixtape especial para o Dia dos Namorados, foi a pedido de um pub que sempre realizava noites temáticas. Uma delas, era o Dia dos Namorados. Eles encaminharam convites bem divertidos, para seus clientes mais recorrentes, para trazerem um(a) acompanhante para passarem uma noite especial. Bastava a pessoa confirmar a presença e aderir a todo o pacote especial. Uma das preocupações deles era ter uma trilha sonora bem específica para o dia, somente com músicas que falavam de amor.

Afinal, todo relacionamento tem sua própria trilha sonora. Todo casal tem uma música especial, que lembra algum momento único na relação. A música que tocava no dia que se conheceram, a música que estava na moda no início da relação ou aquela letra que fala direto ao coração do casal. Eu fiz a Mixtape e todo mundo adorou.

musicas-dia-dos-namorados

Este ano, apesar de que estarei passando mais um Dia dos Namorados sozinho, não quero deixar de lado a tradição. Fiz uma seleção completamente nova, misturando vários estilos, com músicas clássicas sobre o amor e algumas mais recentes, que eu tenho ouvido com mais frequência. Estas músicas estão nesta lista principalmente pela mensagem que trazem, pela sua letra. Então, baixe o arquivo, coloque no pendrive, bote para tocar no carro, em casa ou em qualquer lugar que você esteja com seu amor. Espero que você descubra novas canções e que algumas delas, tenham embalado seu relacionamento também.

Apesar de que o amor me trouxe muitas tristezas e decepções, trouxe muitas alegrias e acredito que talvez, um dia, eu encontre alguém que decida passar o resto de sua vida ao meu lado. Para viver este sentimento tão nobre.

Que Deus, o Universo ou qualquer outra divindade que você acredite, abençoe a sua relação. Que caso você esteja sozinha(o), que alguém muito especial apareça em sua vida. E que acima de tudo, você saiba entender o tempo de cada pessoa. Saiba aceitar a forma dela(e) de amar. Que você seja sempre uma companhia leve, feliz e se possível, eterna.

Lembrando que o arquivo possiu 65 canções, 370Mb aproximadamente. Dúvidas: Se você não possui uma conta no Dropbox, não tem problema, feche a janela de login que vai aparecer e simplesmente clique no botão baixar 😛 …

Download da Mixtape Música+Amor

Se você gostou da ilustração, tem várias outras para você publicar no seu Insta, no perfil: @aruadastulipas

Feliz Dia dos Namorados

Números … 100.000 acessos

A medida de amar, é amar sem medida…

Não lembro ao certo em quem Humberto Gessinger dos EngHawaii se inspirou para parafrasear essas palavras, se não estou enganado, foi Gandhi que disse isso.
Sempre que penso em números, lembro desta música, então resolvi colocar a letra aqui para você curtir também.

Hoje com a internet, sentimentos são medidos assim, em números, e só passamos a ter algum valor quando passamos dos seis digitos. Ainda estou anos luz disso, mas para um blog que fala de sentimentos, de amores, tristezas, dores, ao invés de falar mal de alguém, ao invés de fazer piada com a desgraça alheia, é certamente uma vitória contra a ignorância, provando que apesar da internet estar contaminada pela imbecilidade e despropósitos, ainda resistimos.

Obrigado por todos os comentários e mensagens de apoio, faço isso por cada um que acessa este site. Um forte abraço para todos… Força Sempre!

Números
Engenheiros do Hawaii
Composição: Humberto Gessinger

Última edição do Guiness Book
Corações a mais de mil
E eu com esses números?
Cinco extinções em massa
Quatrocentas humanidades
E eu com esses números?
Solidão a dois
Dívida externa
Anos luz
Aos 33 Jesus na cruz
Cabral no mar aos 33
E eu… o que faço com esses números?
Eu… o que faço com esses números?
A medida de amar é amar sem medida
Velocidade máxima permitida
A medida de amar é amar sem medida
Nascimento e Silva 107
Corrientes, tres, cuatro, ocho
E eu com esses números?
Traço de audiência
Tração nas 4 rodas
E eu… o que faço com esses números?
Sete vidas
Mais de mil destinos
Todos foram tão cretinos
Quando elas se beijaram
A medida de amar é amar sem medida
Preparar pra decolar
Contagem regressiva
A medida de amar é amar sem medida
Mega, Ultra, Híper, micro, baixas calorias
Kilowatts, Gigabytes…
E eu… o que faço com esses números?
Eu… o que faço com esses números?
A medida de amar é amar sem medida
A medida de amar é amar sem medida
Velocidade máxima permitida
A medida de amar é amar sem medida

Todas as cartas de amor…

Dia dos Namorados se aproximando, talvez não exista um poema mais simplista e verdadeiro que este. Então se você não sabe como demonstrar seu amor, use a poesia sincera de Álvaro de Campos.

Todas as cartas de amor…

Todas as cartas de amor são
Ridículas.
Não seriam cartas de amor se não fossem
Ridículas.

Também escrevi em meu tempo cartas de amor,
Como as outras,
Ridículas.

As cartas de amor, se há amor,
Têm de ser
Ridículas.

Mas, afinal,
Só as criaturas que nunca escreveram
Cartas de amor
É que são
Ridículas.

Quem me dera no tempo em que escrevia
Sem dar por isso
Cartas de amor
Ridículas.

A verdade é que hoje
As minhas memórias
Dessas cartas de amor
É que são
Ridículas.

(Todas as palavras esdrúxulas,
Como os sentimentos esdrúxulos,
São naturalmenteRidículas.)

Álvaro de Campos, 21-10-1935

Ps.: Álvaro de Campos é um heterónimo criado por Fernando Pessoa.

Dia dos Namorados – Trilha Sonora

Amanhã é um dia especial para todos que amam alguém. Dia de reforçar seu sentimento, de dedicar-se somente para a pessoa que você tanto ama e que provavelmente deseja ficar ao lado por toda sua vida, ou que ao menos seja intenso, verdadeiro e delicado, mesmo que breve.

Certamente não existe algo que combine mais com este dia, do que músicas. Certamente elas nos remetem ao primeiro beijo, ao primeiro olhar, o primeiro: “Eu te amo”… Resolvi fazer uma lista de músicas que deve agradar a qualquer coração apaixonado:

Internacionais

Damien Rice – The Blower’s Daughter
Billy Joel – She’s got a way

James Blunt –
High
Rod Stewart – The Way Your Look Tonight
Eric Clapton – Wonderful Tonight
U2 – With or Without You
The Beatles – In My Life
A.Ha –  Hurting High And Low
Whitesnake – Is this Love
Extreme – More Than Words
Joe Cocker – You Are so Beautiful

Nacionais

Cidadão Quem – Ao fim de tudo
Nenhum de Nós – Eu sei

Legião Urbana – Sete Cidades
Jota Quest – Só hoje
Adriana Calcanhoto – Devolva-me
Elba Ramalho – O céu e o Mar
Monica Tomasi – Breve Estação
Detonautas – Você me faz tão bem
Papas da Língua – Vem pra cá

Nem todo mundo está ao lado da pessoa que ama neste dia dos namorados, portanto estas são as 10 músicas para quem deseja tentar mais uma vez, dizer como aquela pessoa é especial para você:

James Blunt – Same Mistake
Michael Bublé – Home
Bon Jovi – I’ll be there for you
Queen – Love of my Life

James Morrison – Broke Strings
The Police – Every Breath you take
Air Supply – Making Love Out of Nothing At All
Dido – Here with Me
The Calling – Wherever You Will go
She – Elvis Costello

Sorrisos Reciclados

Play: “No Suprises – RadioHead”

Hoje novamente percebo minha incapacidade de criar relacionamentos saudáveis. Apesar de uma boa pessoa, não sou bobo. Sempre me dedico demais para as pessoas que conheço. Não economizo nos elogios e favores. E por mais experiências negativas que eu colecionei durante meus 26 anos, não consigo perceber quão ineficazes e equivocadas foram minhas atitudes em busca de uma esmola sentimental.

Teria sido tão simples ser diferente, mas relutei durante todos estes anos tentando não me adaptar a este jogo, onde só existem perdedores. Perdemos tempo, oportunidades, momentos, experiências, história e vida.

Você já ouviu o velho chavão: “Quanto mais pisa, mais a pessoa corre atrás”?

Definitivamente o que vem fácil não tem valor algum, assim como um objeto de liquidação sempre causa desconfianças. Será? Por esse preço não deve ser coisa boa.

Por quê esta pessoa me trataria tão bem?

Não deve ter amigos. É frustrada. É louca. Talvez idiota?
Já sei, deve ser interesse claro, afinal, nos arremates sentimentais da nossa vida, quem dá mais, leva o item sem valor.

A sistemática é simples, a lógica nem tanto. Não consigo entender porquê não podemos dar e receber, proporcionalmente. Ou ao menos ter um pouquinho de respeito ou consideração. Onde ficou o verdadeiro amor? Talvez tudo não passa histórias para contos de fadas.

Eu definitivamente sou um péssimo articulador sentimental. Se a regra é sorte no jogo vs azar no amor, o que dizer daqueles que possuem ‘azar no jogo, do amor’? Existe algum outro aspecto onde poderemos ter sorte ou o azar em dose dupla?

Quanto tempo será necessário para aprender que preciso ser diferente? Que necessidade é esta? Tão precisada de atenção, restos de sentimentos, fagulhas de carinho, sorrisos reciclados, abraços frouxos, conversas aleatórias (ou seriam alienadas?).

Quem inventou esse jogo me explica melhor os comandos, as magias, os golpes, os segredos, os truques, sei lá, qualquer coisa que me torne mais competitivo.

J.R. Wills

Apenas uma vez – Once // Filme e Trilha

onceHá tempos que eu percebo que, para assistir um romance, você precisa obedecer uma regra básica: Estar amando ou estar arrasado pelo amor. O amor é a representação mais exacerbada da sentimentalidade humana.

Foi Álvaro de Campos (heterônimo de Fernando Pessoa) que escreveu sabiamente:

‘Todas as cartas de amor são ridículas, não seriam cartas de amor se não fossem ridículas’

Por isso, amar é imprescindível para entender um romance. A emoção, o envolvimento, a lágrima, a percepção de sutilidades que só o amor pode nos fazer sentir. Mas este post não era sobre um filme?

É sim, o filme chamado ‘Apenas Uma Vez’ (Once). Novamente não vou falar muito sobre o filme, pois a intenção é apenas deixar a dica para que você o assista. O filme é irlandês.

Uma história cotidiana, sem intenção de contar um início e fim, apenas uma breve passagem na vida de duas pessoas. Geralmente esses filmes não costumam ter pé, nem cabeça, mas algo neste filme é verdadeiro. Ele mostra acima de tudo as diversas formas de manifestação do amor e de como podemos fazer o bem para alguém sem esperar nada em troca (..se alguém… já lhe deu a mão e não pediu mais nada em troca…pense bem… pois é um dia especial… ‘Cidadão Quem’). Como podemos amar antes de um beijo?

Fala dos amores que nunca aconteceram…
Fala dos amores que nunca passaram de um sentimento displicentemente secreto…perdido no passado.

É incrível.

Ficha Técnica

Título Original: Once
Gênero: Drama
Duração: 85min
Ano de Lançamento: 2006

Elenco

Glen Hansard (Homem)
Markéta Inglová (Mulher)
Hugh Walsh (Timmy)
Geoff Minogue (Eamon)

Curiosidades

O orçamento de ‘Apenas uma Vez’ foi de apenas $ 150.000, um valor praticamente inexistente para os padrões de Hollywood. Ele foi gravado em apenas 17 dias. Os protagonistas não são atores profissionais, na verdade são dois músicos, Glen Hansard e a doce cantora Markéta Irglová. O filme é quase um ‘clipe’ em formato de longa. E com toda esta despretenção, levou o Oscar® 2008 de melhor canção.

Bob Dylan gostou tanto do filme que convidou os cantores para abrir seus shows em sua última turnê. ‘Apenas uma Vez’ é um desses breves e únicos momentos da vida que alguém consegue fazer algo genial. Você precisa assistir este filme. Ganhar o Oscar® com um filme de $150.000 é como apostar R$ 1,50 na Mega Sena e acertar os 6 números, sozinho e com o prêmio acumulado há 5 meses.

Trilha Sonora

Toda a trilha sonora é composta e interpretada por Glen Hansard e Markéta Irglová.

  1. Falling Slowly – Glen Hansard e Markéta Irglová
  2. If You Want Me – Glen Hansard e Markéta Irglová
  3. Broken Hearted Hoover Fixer Sucker Guy
  4. When Your Mind’s Made Up – Glen Hansard e Markéta Irglová
  5. Lies
  6. Gold – Interference
  7. The Hill – Markéta Irglová
  8. Fallen From The Sky
  9. Leave
  10. Trying To Pull Myself Away
  11. All The Way Down
  12. Once – Glen Hansard And Markéta Irglová
  13. Say It To Me Now

Acompanhe um artigo sobre Glen Hansard e Markétá Irglová aqui!