Nó na Orelha – Internacional Tour E#5

Imagens do show que aconteceu no dia 3 no Cabaret Sauvage. O show teve a participação especial do rapper congolês Baloji, nascido na cidade de Lubumbashi, na República Democrática do Congo. Baloji significa ‘bruxo’ no idioma Swahili, idioma nativo no Congo. Baloji se apresentou no Brasil em março deste ano.

Baloji

Apesar de ter nascido no Congo, o som de Baloji que hoje é carregado de ritmos africanos é um resgate cultural, já que ele se mudou para a Bélgica coma apenas 4 anos e durante muito tempo renegou o passado musical. O grande sucesso de Baloji veio com o álbum ‘Kinshasa Succursale’, seu segundo álbum solo, lançado em novembro do ano passado. O projeto despretencioso consistia em voltar ao Congo e convocar músicos locais para regravar ‘Hotel Impala’, o seu disco de debut gravado em 2008. Foi este trabalho inclusive que o trouxe para o Rio de Janeiro para três shows em novembro de 2010.

O que era para ser uma regravação do primeiro trabalho, desta vez com uma pegada mais rutz, acabou gerando um trabalho praticamente novo. Seu encontro com os músicos ‘Konono N°1’, ‘Kasai Allstars’ e ‘Zaïko Langa Langa’ foi tão produtivo que somente sete das quinze músicas originais foram regravadas e outras seis composições novas surgiram. Baloji é fã de Chico Buarque, Maria Gadú, Seu Jorge e Sérgio Mendes, entre outras ‘figuras divinas’, como ele costuma chamar os cantores brasileiros.

Durante sua tour pelo Brasil no primeiro semestre de 2012, ele declarou:

Gostaria de convidar o Criolo para cantar comigo. Mas nunca se sabe o que pode acontecer sob os holofotes. Só é preciso que seja algo espontâneo.

Parece que seu desejo se realizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *