E eu que pensava que não ia me apaixonar…

Apesar dos vlogs mais acessados do país serem uma chatice de tamanho intangível, de vez em quando aparecem ideias bacanas. Uma destas ideias, ‘simples’ e original como toda boa ideia deve ser, surgiu há três meses apenas. O vlog ‘Marcelinho lendo contos eróticos’, traz um menininho maroto que invade o computador dos outros para ler contos de humor eróticos. Acompanhe o último vídeo lançado esta semana:

Marcelinho é uma produção da Alta Cúpula, criação do Erik Gustavo, o cara por traz da câmera dos vídeos do Ronald Rios, que começou com seus vídeos em formato de vlog, com uma temática de gosto duvidoso. Já dizia uma velha canção dos Titãs: ‘as ideias estão no chão, você tropeça e acha a solução’. Depois de uma sequência de vídeos fracos, sem muita graça, protagonizados pelo Ronald Rios, bastou o cara parar no CQC para Erik ter uma ideia genial sem seu antigo protagonista. O primeiro vídeo protagonizado por Marcelinho, disparou o contador dos vídeos que não ultrapassavam a casa dos 130.000 views, para nada menos que 1.400.000 views.

Não tem como ficar sério com a leitura de textos eróticos, naturalmente patéticos, feitas por um fantoche com voz de criança e com uma ótima rapidez de raciocínio. Erik teve esta grande ideia após tanto tempo produzindo material para a internet. Não o conheço e espero não estar sendo injusto, mas talvez a ida de Ronald Rios para o CQC e um provável afastamento da produção de conteúdo, era a solução disfarçada de problema, necessário para que Erik se encontrasse, buscando em si mesmo uma solução.

O mais genial da ideia é que não importa quantas vezes você assista o mesmo vídeo é impossível não se estragar de rir com a leitura e os comentários sagazes de Marcelinho. De uma coisa eu tenho certeza, se a Ana Maria Braga trocasse o Louro José pelo maroto Marcelinho, o resultado seria no mínimo interessante. Talvez o programa fosse retirado do ar, mas deixaria certamente nossas manhãs mais animadas (sem trocadilhos).

Sem querer ser injusto com o Ronald Rios, mas parabéns ao Erik pela ideia. O mais engraçado é que eu tive uma ideia semelhante há uns dois anos. Queria criar um personagem, exatamente igual ao Marcelinho, que ensinaria aulas de Photoshop na internet, já que eu não gostaria de aparecer no vídeo e se fosse apenas narrado, seria entediante. Nunca coloquei em prática, achei que somente eu acharia graça nisso. Claro que não teria a graça dos contos eróticos do Marcelinho, mas é a prova de que ideias existem para serem colocadas em prática e não esqueça: possuem prazo de validade para acontecer, se você deixa passar a oportunidade, já era.

Atualizando

 

One Response to E eu que pensava que não ia me apaixonar…
  1. Clube Das Gostosas

    adoro contos eroticos. a imaginacao vai longe

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *