Renato Rocha e Legião Urbana

Hoje por acaso, vagando por vídeos no Youtube, fiquei sabendo da matéria que a Record fez com Renato Rocha, também conhecido por Negrete, baixista da Legião Urbana durante os três primeiros álbuns da banda. Na reportagem da Record, o Renato Rocha teria sido convidado para integrar a banda, para que Renato Russo pudesse ter mais liberdade para cantar, tese defendida pelo próprio Renato Russo na época.

Na realidade, todos sabem que Renato Russo havia cortado os pulsos e não conseguia mais tocar, por isso chamou o Renato Rocha para participar da banda de última hora, pois precisavam trabalhar com seu primeiro álbum. Negrete deixou a banda em 1989 de forma conturbada. Segundo Bonfá e Dado ele foi expulso por culpa de seus excessos e o descaso que conduzia a carreira. Sabe lá, talvez o Renato estava afim de voltar para o baixo. Posso estar enganado, mas ele sempre foi tratado como músico convidado e não como integrante da banda.

No fundo Bonfá e Dado nunca foram muito da onda do Renato e do Negrete, infelizmente tinham que se submeter aos caprichos de Renato, afinal era ela a alma da Legião. Já o Negrete era muito menos importante neste contexto e foi bem mais fácil entrar em um acordo (pé + bunda).

Agora não tem como um fã da Legião passar inerte ao fato de ver um cara que tenho na capa de inúmeros álbuns em minha casa, vivendo na rua. É chocante, é triste, é lamentável, é inaceitável. Eu sei que é difícil tirar alguém de uma situação como esta, mas certamente teria sido mais fácil evitar que acontecesse. Ao mesmo tempo que é aterrorizador, pareceria óbvio se não fosse a vida real. Um ex-músico famoso que acaba nas ruas, um filme com um roteiro assim nem chamaria muito a atenção. Me lembrou a história real de Nathaniel Ayers, o menino prodígio do violoncelo, retratado no filme ‘O Solista’ (The Soloist).

Já vivi uma situação muito parecida, com um produtor musical amigo meu. Pude presenciar seu começo, o sucesso das bandas que ele produziu, muito dinheiro entrando e saber que agora ele está na pior. Tentei falar com ele inúmeras vezes, seus telefones não existem mais, perdeu todas as bandas que atendia e a última notícia que tive dele não foi nada confortante. Queria poder fazer algo, mas não tenho condições financeiras de fazer nada. Moramos em estados diferentes e nem posso visitá-lo. Assim me sinto em parte, como fã, ao ver a condição atual do Negrete, impotente, desapontado.

Talvez a matéria o ajude de alguma forma. O que a fama lhe trouxe e lhe tirou, talvez lhe recupere de onde ele está hoje. E existem tantos mais exemplos assim que nem sabemos. Alguém já se perguntou que fim levou o Zina? Que por muito tempo gerou muita grana para o Pânico.

Não acho que precisamos apontar alguém que tenha responsabilidade sobre a realidade do Negrete. No fundo ele mesmo deveria ter sido senhor do próprio destino. Não cabe ao Dado, não cabe ao Bonfá, cabe a quem aceitar a missão, de quem acreditar que pode mudar esta realidade.

A vida e suas efemeridades…

Todos os dias quando acordo
Não tenho mais
O tempo que passou
Mas tenho muito tempo
Temos todo o tempo do mundo…

Todos os dias
Antes de dormir
Lembro e esqueço
Como foi o dia
Sempre em frente
Não temos tempo a perder…

Que Deus lhe proteja Negrete e que o futuro lhe reserve alguma redenção…

Ps: O ignorante do Tico Sta Cruz querendo dar pitaco na história. O Tico Sta Cruz falando de alguém? Sério? O Renato Rocha tá com 50 anos de idade, é um senhor já. Nem me interessa o que ele fez ou deixou de fazer, sou da opinião que: se não é para ajudar, não atrapalha. A última coisa que alguém precisa quando está no ‘fundo do poço’ é da opinião de um músico sem talento, babaca, frustrado e bon vivant dando pitaco. Nessa hora ninguém pode ajudar, ninguém pode fazer nada. Pior que o Tico Sta Cruzcredo é a Record querendo promover um encontro entre ele e o Negrete. Sério Record? Vocês acham que o Tico Sta Cruz é o que? Representante do rock nacional? Por favor… Um retardado que fica usando mascarazinha de filminho de Hollywood… Ah não… Ah não…

Vai lá Anonymous, revolucionar o mundo usando um Twitter e um iPhone sentado no sofá de casa…

 

One Response to Renato Rocha e Legião Urbana
  1. ANTONIO CARLOS

    GOSTEI DA MATERIA ,PRINCIPALMENTE SOBRE TICO-TOCO SANTA CRUZ,VALEU!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *