O Solista

Eu ouvi falar deste filme quando ele estava sendo lançado, queria muito ter visto antes, mas o tempo passou e caiu no esquecimento.

O filme

O Solista conta a história real de Nathaniel Ayers, um morador de rua da cidade de Los Angeles e Steve Lopez, um colunista do jornal Los Angeles Times. Lopez escreve crônicas do dia-a-dia e está sempre em busca de uma história real para contar. E foi sem querer que seu destino cruzou o destino do morador de rua Nathaniel, que tocava com maestria um violino com apenas duas cordas. Em poucos segundos você descobre que Nathaniel é uma pessoa com muitos problemas, mas fica se perguntando automaticamente, como uma pessoa que possui apararentemente algum distúrbio psicológico, morador de rua, capaz de tocar tão bem um violino. Foi a mesmo pergunta que se fez Steve Lopez. Usando uma pista dada pelo próprio Nathaniel em meio a milhares de informações sem sentido, ele acaba descobrindo que o atual morador de rua, já frequentou uma das escolas de música mais conceituadas do mundo, a Juilliard School. É buscando encontrar uma razão que levou um antigo aluno de música clássica até as ruas de Los Angeles, que Lopez começa a entender a vida de Nathaniel.

O lado interessante

A história de Nathaniel e Lopez, mostra certamente um final nada óbvio, afinal é uma história real e nem sempre a vida tem finais óbvios ou satisfatórios para nossa busca constante pelo nexo. Você de fato entende que muitas vezes, não podemos alterar a realidade de certas pessoas. Muitas vezes nos culpamos por algo que não aconteceu a alguém, no culpamos por achar que poderíamos ter feito algo mais para mudar a vida de alguém próximo, mas precisamos aceitar o fato que talvez esta não seja a escolha do outro. Talvez nem todo talento nasceu para ser reconhecido, ou talvez a vida justifique os meios, exatamente com os fins. Lopez não tirou Nathaniel da sua condição psicológica, ele não é hoje um morador de rua, mas muito menos faz parte de alguma grande orquestra. Na verdade ele ainda vive em uma comunidade para sem-tetos e com problemas psiquiátricos, chamada Lamp. Em um roteiro original, certamente esse fim seria mais glorioso, mas teria sido transformado em filme, a história de um simples músico com talento para tocar um instrumento? Foi justamente essa incrível particularidade da vida de Nathaniel, que fez com que ela fosse contada para todo o mundo, talvez tocando mais corações, do que ele seria capaz, com sua música.

Expectativas

Não assista o filme pensando em chorar, em se envolver com os personagens ou qualquer cliché destes. Não é uma história triste, é uma história real, contada como de fato ela deve ter acontecido, sem floreios, sem maquiagens, sem melodrama.

Ficha Técnica

título original…The Soloist
gênero…Drama
duração…117min
ano de lançamento…2009
site oficial…www.soloistmovie.com
estúdio:

  • DreamWorks SKG
  • Universal Pictures
  • Studio Canal
  • Participant Media
  • Krasnoff Foster Productions
  • Working Title Films

distribuidora:

  • DreamWorks SKG
  • Universal Pictures
  • Paramount Pictures
  • UIP

direção…Joe Wright
roteiro…Susannah Grant
Baseado no livro de Steve Lopez
produção…Gary Foster e Russ Krasnoff
música…Dario Marianelli
fotografia…Seamus McGarvey
direção de arte: Greg Berry e Suzan Wexler
figurino: Jacqueline Durran
edição: Paul Tothill
efeitos especiais:Double Negative

Elenco

Jamie Foxx…Nathaniel Ayers
Robert Downey Jr…Steve Lopez
Catherine Keener…Mary Weston

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *