A Tempestade – The Tempest

Após uma sequência de comédias, seis para ser exato, Russell Brand se atira de uma vez em um trailer diferente, e não é qualquer filme. A Tempestade baseado na obra de mesmo nome, considerada tradicionalmente, a última peça de William Shakespeare. Não é a primeira vez que a peça é adaptada para o cinema. Já houveram versões em 1911, 1979, 1982 e em 1991 uma versão foi lançada com o nome de ‘A última tempestade’ (Prospero’s Books).

Desta vez, com uma adaptação do diretor Julie Taymor, a personagem principal, Prospero, um Duque de Milão, agora passa a ser uma personagem feminina, Prospera (Helen Mirren), que no filme é esposa do Duque de Milão, que até onde sei, não possui uma personagem no filme.

O Filme

Prospera (Helen Mirren), é a duquesa de Milão, que raptada pelo seu irmão Antonio (Chris Cooper), a abandona em uma balsa, junto com sua filha Miranda (Felicity Jones) de apenas 4 anos. Elas sobrevivem e acabam chegando a uma ilha, cujo o único habitante é o monstro Caliban. Prospera escraviza Caliban e se torna guardiã da ilha. Após 12 anos, Alonzo (David Strathairn), Rei de Nápoles, pai de Ferdinand (Reeve Carney) e Trínculo (Russell Brand) navega de volta para o seu reino, para o casamento da sua filha e o Rei da Tunísia, acompanhado de seus filhos. Prospera encontra sua chance de se vingar e naufraga o navio fazendo todos ficarem presos em sua ilha.

O filme não foi muito bem recebido pela crítica, que não gostou muito do roteiro, apesar do filme ter uma indicação de Sandy Powell ao Oscar 2011 na categoria ‘Best Costumer Design’ (Melhor Figurino). Os efeitos visuais são bastante interessante e as roupas principalmente dos ‘vilões’, parece algo bastante futurista, que me lembrou muito a roupa do trio General Zod, Ursa e Non de Superman II.

Ficha Técnica

título original … The Tempest
duração … 110 minutos
direção … Julie Taymor
produção:

  • Julie Taymor
  • Robert Chartoff
  • Lynn Hendee
  • Jason K. Lau
  • Julia Taylor-Stanley

roteiro … Julie Taymor
música … Elliot Goldenthal
edição … Françoise Bonnot
distribuição:
Touchstone Pictures
Miramax Films
lançamento:

  • 11 de setembro de 2010 (Festival de Veneza)
  • 10 de dezembro de 2010 (USA)
  • 23 de abril de 2011 (Brasil)

O Elenco

Helen Mirren como Prospera
Felicity Jones como Miranda
Reeve Carney como Ferdinand
Alfred Molina como Stephano
Russell Brand como Trínculo
Djimon Hounsou como Caliban
Chris Cooper como Antonio
Alan Cumming como Sebastian
Tom Conti, como Gonzalo
David Strathairn como Alonso Rei de Nápoles
Ben Whishaw como Ariel

Cenas

Curiosidades

– Helen Mirren e Russell Brand fizeram dois filmes seguidos juntos, além de A Tempestade, estréia no Brasil logo agora, dia 6 de maio, a comédia ‘Arthur: O Milionário Irresistível.

– A Tempestade é o nome de um disco da banda Legião Urbana, que assim como a peça de Shakespeare, é o último disco da banda com Renato Russo ainda vivo, uma clara referência ao fato de que seria seu último trabalho. A gravação deste disco foi bastante complicada, devido os problemas de saúde enfrentados por Renato, em decorrência da Aids. Ele não aceitou fotografar para o disco, o que fez os produtores usarem fotos das seções de seu cd solo, Equilíbrio Distante e todo o cd foi gravado utilizando a voz-guia, a primeira gravação que é feita de uma música. Ele apenas regravou a canção ‘A Via Láctea’. Em ‘A Tempestade’, não constam agradecimentos e nem as tradicionais frases ‘Urbana Legio Omnia Vincit’ (Legião Urbana a tudo vence) e ‘Ouça no volume máximo’. Em seu lugar, foi escolhida uma frase do escritor modernista brasileiro Oswald de Andrade: ‘O Brasil é uma república federativa cheia de árvores e gente dizendo adeus’. Este cd possui dois nomes, ‘A Tempestade’ e ‘O Livro dos Dias’, título que era preferido por Marcelo Bonfá.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *