VIP’s

Fiquei sabendo deste filme por acaso, vendo uma entrevista do Wagner Moura. O filme é inspirado no livro de Mariana Caltabiano, que por sua vez, conta no seu livro homônimo, a história real de Marcelo Nascimento da Rocha, um cara difícil de definir. Uma mistura de bandido, estelionatário, golpista, malandro, traficante e bon vivant.

Segundo Wagner Moura, apesar de baseado nos fatos ocorridos com Marcelo N. da Rocha (nome que ele mesmo tem repúdio), as motivações do seu personagem (vou continuar escrevendo errado, da ‘sua’ personagem é estranho) são diferentes e a índole também.

A História Real

Marcelo teve mais de 16 identidades falsas. Quando participou do exército, já se passava por uma patente maior do que realmente tinha. Vendeu motos que na verdade seriam leiloadas. Fingiu ser guitarrista dos Engenheiros do Hawaii, produtor musical, olheiro da seleção, campeão de Jiu-Jitsu, Policial e até líder do PCC. Quando preso em Bangu, liderou uma rebelião, passando por integrante do PCC e mesmo sem armas, conseguiu as reinvindicações dos presos e com a mesma lábia e habilidade, fugiu da cadeia.

Apesar de ter passado grande parte da sua vida fazendo crimes e trapaças, só ficou conhecido em 2001, quando foi ao Recifolia, na capital pernambucana, e se passou pelo filho do dono da Gol Linhas Aéreas. Exibiu-se ao lado de modelos e celebridades, saiu com algumas e fez amizades com atores globais. Ficou em camarote VIP e aproveitou todas as mordomias do Resort Nannau Beach.

Por dois dias usou um jatinho e um helicóptero. Sem gastar um real do seu bolso, consumiu mais de R$ 100.000 em diversões. Chegou a dar entrevista para o Amaury Jr. Quando foi preso no Rio estava abordo do Jatinho Citation 5 (PT-OSD), a quem deu carona a Carolina Dieckmann, Marcos Frota e Ricardo Macchi e o empresário Walter Sá Cavalcante.

Já foi indicado também como um grande comparsa de Fernandinho Beira Mar. Ele admite ter feito negócios juntos, eram vizinhos de fazendas, no Paraguai, mas não diz ser um braço direito, apenas um ‘amigo’.

A escritora Mariana Caltabiano compilou esse e outros “causos” de Marcelo Nascimento durante um ano gravando depoimentos seus na prisão do centro de triagem de Curitiba, o fruto das entrevistas é o livro: ‘Vips – Histórias Reais de um Mentiroso’.

O Filme

No filme, Marcelo (Wagner Moura) não consegue conviver com sua própria identidade, o que faz com que assuma a dos outros. Isto faz com que passe a ter diversos nomes, nos mais variados meios, onde aplica seguidos golpes. Um dos mais conhecidos é quando finge ser Henrique Constantino, filho do dono da Gol, durante um carnaval fora de época em Recife. Apesar de incluir fatos reais, a personalidade do pratagonista é diferente da vida real.

Wagner Moura diz que não gostou de conhercer o personagem real, que não quis se inspirar nele, disse que é um cara perigoso e que não merece ter sua história contada em um filme. Também disse que tem preocupação de como o filme vai ser recebido, para que as pessoas não pensem que tentaram amenizar os fatos reais ou a periculosidade de Marcelo, que pilotou aviões durante muitos anos para o tráfico, e  já conseguiu enganar a DEA (Drug Enforcement Administration), polícia americana de repressão ao tráfico de drogas, o que sengundo ele, transformou-o em uma Ferrari do crime. Adquirindo muito respeito e popularidade dentro do tráfico.

Ficha Técnica

título original: VIPs
gênero: Drama
duração: 1h36 m
ano de lançamento:  2010
estúdio: O2 Filmes/Focus International
direção:  Toniko Melo
roteiro:  Baseado em livro de Mariana Caltabiano

  • Bráulio Mantovani
  • Thiago Dottori

produção:

  • Fernando Meirelles
  • Paulo Morelli
  • Bel Berlinck

fotografia: Mauro Pinheiro Jr.
direção de arte: Fred Pinto
figurino: Verônica Julian

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *