Covers – Caapora

Vou inaugurar uma nova categoria de postagens aqui no blog. Mas tenho que explicar que caminho me trouxe até aqui. Sendo designer há mais de 13 anos, a beleza plástica sempre me encantou, sou um eterno observador e entusiasta de tudo que é bonito, bem feito, caprichado, criativo. Depois que comprei um iPad, as capas dos discos são visualizadas em tamanhos bem maiores que no iPod e me incomoda ver uma imagem em qualidade ruim. Então fui buscando na internet a cada disco que eu faço download, as capas em alta definição, o que as vezes é bem difícil de encontrar. Nestas buscas, acabei achando outras capas, que de tão criativas, me motivaram a conhecer a banda (quase como aquela história de comprar o livro pela capa).

O que invariavelmente te traz gratas surpresas ou completas decepções, porque nem tudo que reluz é ouro, mas também nem tudo que é belo é oco. Então resolvi postar capas de cds que achei interessante. Essa capa achei incrível.

Caapora é uma banda de estilo alternativo, regionalista, de Recife (Pernambuco). Você pode conhecer mais sobre a banda, no seu MySpace e inclusive baixar seu EP por lá. Aqui em Santa Catarina tem uma agência de propaganda que utiliza o mesmo nome, porém com ‘K’ ao invés do ‘C’, o que aguçou minha curiosidade em saber o significado desta palavra.

Caapora

Caapora ou Caipora é um personagem do folclore brasileiroo, no Nordeste do Brasil e Espírito Santo, O Caaopra é um ser análogo (semelhantes) ao curupira. O nome vem do tupi ka’apora, uma união das palavras: ka’a (mato) + pora (habitante de). Segundo o ‘Dicionário do Folclore Brasileiro de Câmara Cascudo’, o Caapora distingue-se do Curupira por ter pés normais e em geral, o Caapora também não é representado peludo como o curupira. O Caapora é glabro (sem pêlos e barba) como um índio.

Enquanto o termo curupira refere-se à uma entidade mágica desde tempos pré-cabralinos (Antes de Cabral), o termo Caapora, na sua origem, refere-se a índios bravios, não assimilados, em contraste com os índios aldeados das missões. O termo caipira tem a mesma origem e também foi usado para designar índios selvagens e mais tarde era usado para designar uma entidade mágica da selva muito assustadora. Embora, mais tarde, tenha adquirido nas regiões Sudeste e Centro-Oeste, o significado de roceiro rústico (caracterizados pela agricultura de subsistência, pela cultura itinerante e por não terem a posse da terra) e ainda, mais recentemente, caipira é como se chama qualquer pessoa do interior.

Em um sentido figurado (gíria), chama-se de ‘caipora’ uma pessoa que supostamente causa má sorte, azar ou infelicidade ou ainda, quanto a pessoa é azarada ou mal-sucedida naquilo que faz, como se supõe que seja o caso do caçador que é perseguido pelo Caapora, propriamente dito, afinal, o Caapora pode atrapalhar sua caçada. Entenda abaixo porquê…

Como reconhecer um Caapora

Geralmente, o caapora ou caipora é descrito como se fosse um índio tapuia, de pele escura, nu ou de tanga, muito ágil, que fuma cachimbo e por isso adora fumo e também cachaça. Domina com seus assobios, os animais da mata. Diz a tradição que para o caçador ser bem sucedido na caça, deve ir munido de fumo. Se encontrar o Caapora, deve oferecer o fumo como oferenda, se ele aceitar o caçador terá muita sorte daquele momento em diante.

Por outro lado, o Caapora detesta o alho e a pimenta que são capazes de provocar-lhe cólera. Também se diz que o Caapora é capaz de ressuscitar os animais mortos sem sua permissão, assustanto os caçadores. Faz isso com uma simples ordem verbal, com o contato do focinho do caititu (um porco selvagem que o Caapora usa para cavalgar), com uma vara de ferrão ou ainda com um galho de japecanga (trepadeira espinhosa medicinal, de efeito sudorífero, depurativo e anti-sifilítico, cujos frutos eram usados pelos índios como tintura).

Em diferentes regiões e estados brasileiros, o Caapora é representado de formas bem distintas.

2 Responses to Covers – Caapora
  1. thiago barba

    Muito bom esse seu post, e essa banda a Caapora é massa!!!

  2. Caapora

    Parabéns pelo blog e pelo post. É muito gratificante ver nosso trabalho exposto por pessoas que dão valor ao que realmente merece. Muito obrigado!
    Abraços, e mais uma vez, parabéns.

    Satisfação,

    Poxa que bacana saber que vocês passaram aqui no blog, situações que só a internet pode nos proporcionar. Fiquei extremamente feliz mesmo. Um dia vou pedir um cd autografado para deixar na estante do meu escritório. (rs).

    Muito sucesso e reconhecimento sempre, eu que parabenizo vocês todos. Muito muito obrigado.
    Jeff Skas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *